Réveillon da mudança

Encerrei há pouco as atividades relacionadas à mudança. Bem, encerrei por hoje, porque é claro que amanhã tem mais.

Cansada? Imagina! O que eu tô sentindo ainda não tem nem nome. Se vocês querem uma dica amiga, nunca agendem uma mudança pro dia 02 de janeiro, porque é certo que a virada de ano será de sono, cansaço e pijama.

Mas, como somos filhos amados de Deus, passaremos a virada tomando espumante e comendo coisinhas gostosas em casa!

A verdade é que tô feliz da vida porque sei que esse esforço todo vai valer a pena quando nossas coisinhas chegarem na nossa nova casa, e vai ser super fácil de organizar tudo por lá. Sem contar que as malas do trânsito estão impecáveis!!! Hahahaha!

Sobre reflexões, pensei em vários textões sobre o que eu aprendi e vivi em 2016, mas é até difícil de falar, de tanta bênção! Mesmo nas maiores tribulações, eu senti a presença forte de Deus na minha vida, e não deixei de agradecer um só dia por tudo o que me aconteceu. Pra 2017, espero que eu continue sabendo agradecer todos os dias as enormes bênçãos que recebo na minha vida!!

E, pra fechar o ano, um por do sol lindão, com participação especial da lua, direto da janela desse apartamento maravilhoso onde moramos por 2 anos e fomos muito felizes!!!

Feliz ano todo pra todo mundo!

Tchau SP, e seguimos com os preparativos

Passamos o Natal em SP, todos juntos e felizes na casa da Mama. Depois de dias agradáveis por lá, voltamos pra Brasília, já com saudade, mas com a certeza de que em breve poderemos nos reunir novamente!

Trouxemos os meus pais a tiracolo para ajudar-nos nestes últimos preparativos. Sem a valiosa ajuda deles, tudo certamente ficaria mais difícil!

Desde que chegamos, na terça de tarde, continuamos com os preparativos pra mudança. É inacreditável como o tempo tá passando rápido nesses poucos dias que antecedem nossa partida! É tanta coisa que mal dá tempo de respirar!!

Mas graças a Deus as coisas estão bem encaminhadas, e hoje a sensação de ansiedade de “não-vai-dar-tempo” foi substituída pela ansiedade boa e feliz de quem vai viver uma vida nova ao lado de quem se ama.

Réveillon? Não estamos muito preocupados com isso. Existe uma chance real de passar a virada do ano terminando de ajeitar as coisas, pois na segunda feira bem cedinho a empresa transportadora vai bater aqui na porta. A verdade é que a gente sempre decide de última hora o que vai fazer e sempre dá certo. O importante é estarmos juntos!!

Por um dia com 30h

Estou em Niterói desde segunda feira de tarde e amanhã seguiremos para São Paulo. Todos os meus dias aqui foram ultra mega corridos e hoje ainda tenho bilhões de coisas para fazer. Além de todos os compromissos, somam-se as obrigações Natalinas. Queria que meus dias aqui tivessem 30h!

Já encerrei conta em banco e já fiz cópias autenticadas dos meus documentos. Já fiz procuração para que meus pais possam cuidar de qualquer eventual assunto que surja enquanto não estiver aqui e já comprei os antibióticos que preciso levar por precaução. Na verdade, tudo é precaução, porque já há muita preocupação.

Hoje também fiz o pé com a minha podóloga querida que cuidou dos meus pezinhos complicados por mais de 13 anos. Certamente será uma das coisas de que mais sentirei falta, mas vou ter que me virar e encontrar alguém que alivie meu pé a cada 3 semanas.

Na entrada do prédio onde fica a sala da minha podóloga, tem uma árvore de Natal muito simpática. Mas eu notei um enfeite de esquilo, porque eu adoro esquilos, que não parecia muito feliz nem satisfeito de estar ali.

Olha a cara dele, tadinho. Parece que ele tá tão contrariado, tão chateado, tão triste!! Fiquei com vontade de dar colo à ele, levar ele pra casa, dizer que vai ficar tudo bem.

Notícias

E aí que eu fiz exatamente o que eu tinha me prometido que não ia fazer: fiquei vários dias sem postar aqui no blog. Que vergonha!

Acontece que os últimos dias foram tão corridos que, quando eu lembrava de alguma coisa que queria registrar aqui, não podia escrever, e depois não dava mais tempo.

Enfim, vamos às notícias!

Estou em Brasília desde a última sexta. Meus pais vieram comigo e já nos ajudaram muito na organização da mudança. Todos os livros e dvds já estão encaixotados, e até algumas malas já estão prontas. Meus pais voltaram pra Niterói na terça de manhã, e eu vou pra lá de novo na segunda feira, se Deus quiser.

Ontem vendi meu carro. Mais do que meu carro, o Neville era um filho pra mim. Meu coração tá apertadinho com essa separação. Infelizmente, não tinha outro jeito; não poderíamos levar o Neville com a gente.

O processo foi todo tão rápido que mal dá pra acreditar: Felipe anunciou na terça a tarde, na quarta o comprador quis ver e ontem fechamos a venda no cartório. Essa rapidez pra vender o Neville só prova que ele é mesmo o melhor carro do mundo.

Vou sentir saudade pra sempre do Neville, que nunca vai deixar de ser meu filhote. Essa separação tá sendo muito difícil pra mim, porque eu e Neville passamos por muita coisa juntos. E todo ano, quando ele fazia aniversário(!!), minha mãe me perguntava se eu queria um carro novo e eu chorava copiosamente porque não queria ficar sem o Neville. Ai gente, que difícil. E é difícil de explicar também. Tô sofrendo.

Além de tudo isso, ainda tem Natal e reveillon antes da mudança. Isso significa comprar presentes e pensar no que fazer na noite de 31/12. Eu achei que tivesse terminado de comprar todos os presentes hoje, mas há pouco me dei conta de que falta um presentinho de um bebê que vai nascer quando já estivermos na nossa nova vida. E, quanto ao 31/12, continuamos vivendo perigosamente, sem a menor idéia do que iremos fazer.

Ansiedade X Comida

Hoje eu comi um pacote inteiro de biscoito de polvilho enquanto assistia TV depois do almoço. Acho que isso tem relação direta com o fato de que devo fazer repouso por conta da cirurgia enquanto falta praticamente 1 mês pra mudança sair de Brasília, e a minha cabeça não para de funcionar por conta do tanto de coisa que tenho que organizar.

Enquanto isso, lá em Brasília, Felipe foi ao IPHAN e eles já devem nos entregar o formulário de liberação na próxima semana. Menos uma coisa na checklist. Além disso, a empresa responsável pelo transporte da nossa mudança fez a vistoria hoje, deixando algumas caixas para adiantarmos a organização. Se eu pudesse, já deixava tudo encaixotado pra que eles só buscassem, mas não dá.

Ainda bem que estudei um pouquinho de russo, porque eu tô de convalescença mas não tô inválida, e o tempo urge.