Chegamos em Fátima cansados da viagem de trem, como já contei no post sobre Porto. Mas nenhum cansaço foi maior do que a nossa vontade de ir logo até o Santuário!

img_5601.jpg

Fizemos nosso check in no hotel Cova da Iria, que, na sua simplicidade, é fantástico. O quarto era bastante confortável, o banheiro era muito bom, e o café da manhã era delicioso! E o que falar da equipe do hotel?! Só temos elogios! Todos muito simpáticos e prestativos, já na nossa chegada nos indicaram que, para seguirmos viagem no dia seguinte, a melhor opção seria comprar bilhetes de ônibus na rodoviária de Fátima. O hotel fica muito pertinho da rodoviária, e, mesmo perdendo os bilhetes de trem que já tínhamos comprado, gastaríamos menos comprando as passagens de ônibus.

IMG_5605

Depois de nos acomodarmos no quarto e nos refrescarmos da viagem super cansativa de trem, saímos em direção ao Santuário, e eu tava quase desmaiando de fome. No caminho, paramos pra comer no Apollo Café, que tem um ambiente simpático. Comi um cachorro quente excelente e, o melhor de tudo, Guaraná Antártica! Meu pai comeu uma francesinha (sanduíche tradicional português) que ele disse que tava muito bom.

Devidamente abastecidos, chegamos até o Santuário, e eu sou incapaz de descrever o que eu senti desde o primeiro momento em que lá chegamos. Foi mais do que uma experiência de fé, foi mais do que uma visita a um lugar santo. Eu me senti verdadeiramente encontrando Nossa Senhora de Fátima, sentindo a presença da Mãe do Senhor naquela imagem que representa as suas aparições naquela terra.

Neste ano, em 13 de maio, completaram-se 100 anos desde a aparição de Nossa Senhora, e houve grande festa com presença do Papa Francisco. Infelizmente não pudemos estar presentes nesta ocasião, mas fomos um pouquinho atrasados, quase 2 meses depois. Mas, ainda assim, foi emocionante poder celebrar este centenário naquele lugar santo. E qual foi a minha surpresa em encontrar também lá, em comemoração aos 300 anos da Sua aparição, Nossa Senhora Aparecida!

Desde o momento em que lá chegamos, eu andei muito vagarosamente, porque eu era incapaz de fazer qualquer movimento mais brusco ou rápido. Eu queria absorver cada segundo daquele lugar, sentir a presença de Nossa Senhora ali, me sentir na presença dela e do Filho dela.

Na Igreja, participamos da missa e rezei no túmulo de Francisco e Jacinta. Rezei, rezei, rezei, e rezei mais um pouco. Saindo da Igreja, nós voltamos para próximo da capela da aparição, primeiro acendendo velas no velário normal e no eletrônico, e depois esperando para participar da oração do terço.

Se eu achava que já estava vivendo um dos dias mais especiais da minha vida, eu ainda tinha uma surpresa por vir. Quando o terço começou, a noite começou a chegar também, e o céu foi tomado de lindas cores, como uma pintura. A oração do terço no Santuário é absolutamente incrível, já que há sempre muitas nacionalidades reunidas, e cada mistério é rezado em uma língua. Naquele dia, além de brasileiros e portugueses, estavam lá irmãos italianos, húngaros, russos, franceses, poloneses, chineses, entre outros. Nessas horas, a fé sem fronteiras se torna palpável.

Depois do terço, teve início a procissão das velas, que acontece todos os dias entre a Páscoa e o Natal às 21h30 (entre o Natal e a Páscoa, somente aos domingos). A procissão das velas está, sem a menor dúvida, entre as 10 coisas mais bonitas que eu já testemunhei na minha vida. E que alegria tão grande não só poder testemunhar mas também participar! Toda aquela gente rezando junto, cantando junto, louvando junto, caminhando pelo Santuário honrando Nossa Mãe do Céu. É impossível não ficar emocionada só de lembrar.

Saímos do Santuário bem tarde, cansados e felizes. Meu coração transbordava e ainda transborda só de pensar em tudo o que vivi naquele fim de tarde!

No dia seguinte, segunda feira, acordamos cedo, aproveitamos o delicioso café da manhã do hotel (quem comi um monte de pastel de nata levanta a mão!) e fomos pro Santuário mais uma vez. É claro que eu não ia perder a oportunidade de ir a mais uma missa!

IMG_5607

Depois da missa, fomos até a rodoviária e compramos nossos bilhetes de ônibus para irmos para Lisboa, que seria nosso último destino em Portugal. Os ônibus entre Lisboa e Fátima saem a cada 30 minutos. As três passagens custaram 31 euros, e nós agendamos pro horário das 14h30, tendo sido informados de que, caso chegássemos mais cedo na rodoviária e quiséssemos adiantar a viagem, poderíamos, desde que tivesse vaga no ônibus.

Com as passagens compradas, fui em busca das lembrancinhas e imagens de Nossa Senhora. Eu pensava que, como no Santuário de Aparecida do Norte, encontraria uma lojinha no Santuário de Fátima, mas não. No Santuário mesmo, não há souvenires à venda, mas há muitas, muitas, muitas lojinhas com imagens de todos os tamanhos e preços, terços de todos os tipos, etc. Comprei muitos tercinhos pra usar nas minhas bolsas, uma Nossa Senhora de Fátima pra ficar na sala aqui de casa, e uma outra com os três pastorinhos juntos e que tá aqui no meu escritório, me acompanhando em tudo o que eu escrevo.

IMG_5608.JPG

Voltamos pro hotel pra terminarmos de ajeitar as coisas, fizemos nosso check out e fomos almoçar no restaurante Polo Norte, que fica muito muito pertinho do hotel Cova da Iria. Gente, que bacalhau delicioso! Foi o melhor bacalhau que comemos em Portugal. Depois de me fartar no almoço, pegamos nossa bagagem no hotel e fomos andando pra rodoviária. Mesmo com as malas, não demoramos nem 10 minutos. Então, chegando na rodoviária, pedimos pra adiantar o ônibus. Tivemos muita sorte porque o ônibus de 13h15 ainda tinha exatamente 3 lugares vazios!

O ônibus que faz este percurso é bem confortável, e a viagem é super rápida: 1h30. A rodoviária de Lisboa fica pertinho do zoológico da cidade, e conseguimos ir rapidinho pro nosso hotel.

Eu quero MUITO voltar a Fátima, e de preferência em breve. Se eu puder escolher, vou querer ficar 2 noites na cidade, pra poder aproveitar com mais calma e passar um dia inteirinho lá no Santuário, louvando Nossa Senhora e agradecendo à minha Mãezinha do Céu por ela ser minha intercessora junto à Jesus!!

3 thoughts on “Fátima, uma experiência de fé

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s