Erebuni-Yerevan 2799

No dia 14 de outubro, a cidade de Yerevan comemorou 2799 anos desde a sua fundação! Por motivos de sinusite, só hoje consegui sentar no computador e escrever com carinho sobre o aniversário desta cidade que tem sido a nossa casa desde janeiro deste ano.

IMG_7047

O nome da cidade de Yerevan tem origem no nome “Erebuni”, do período Urartu: o som urartiano de “B” tem som de “V” em armênio, tendo o nome se transformado para Yerevan. Localizada à beira do vale do Ararat, nas duas margens do rio Hrazdan, numa altitude de 900 – 1200m acima do nível no mar.

Na ocasião do aniversário de 2799 da cidade, o prefeito Taron Margaryan publicou uma mensagem oficial congratulando a todos pelo evento, celebrado por armênios de todo o mundo. Sob o slogan “City of Love”, a capital da Armênia é celebrada por suas conquistas como uma das capitais mais estáveis, seguras e com desenvolvimento sustentável do mundo.

Os eventos festivos que celebraram o aniversário da cidade começaram com o tradicional desfile de caminhões de água, em que estas máquinas desfilam decoradas desde a France Square até a Praça da República, lavando todo o caminho.

No parque Saryan, o evento YerevanART abriu espaço aos estudantes de arte, aos centros culturais e aos artistas modernos da Armênia de diferentes gerações que foram inspirados pelas cores festivas de Yerevan. Além disso, o evento também ofereceu aulas magnas para todos aqueles interessados em arte, com exibições artísticas.

IMG_6891

Muitos eventos aconteceram ao longo do dia 14 de outubro para festejar a importante data, e também nos dias subsequentes. Além de uma meia maratona na cidade, a experiência “Discover Armenia from the sky” foi oferecida pelo Festival Internacional de Balões entre 14 e 17 de outubro.

Ao final do dia 14 de outubro, muitos fogos coloriram o céu da capital da Armênia, preparando o início das celebrações pelos 2800 anos desde a fundação da cidade!

Desde o dia 15 de outubro, a cidade está em contagem regressiva para esta nova celebração, e o clima de festa ainda toma conta da cidade.

Mais uma crise de sinusite pra conta!

Vocês lembram que em abril eu tive uma crise de sinusite homérica? Pois é. Agora tô passando por outra crise! E essa tá durando, viu?!

IMG_6910.JPG

Dia 01 de outubro eu tive febre alta, de mais de 38ºC, o que pra mim é mais do que incomum. Eu nunca fui de ter febre, mesmo nas piores crises! Por conta disso, eu já iniciei logo o antibiótico que eu tava habituada a usar. Tive uma melhora ao longo dos 10 dias em que tomei, e já tava toda feliz e serelepe, dando andamento a várias coisas bacanas, quando, na última terça feira, eu acordei super mal de novo.

Fiquei chateadíssima porque percebi que só podia ser mesmo a continuação da crise de sinusite, e então procurei o consultório médico mais próximo pra ser orientada – afinal, eu já tinha usado 10 dias de antibiótico.

E não é que eu tava com febre de novo?! 37,8ºC!

A médica então me receitou mais 7 dias de um outro antibiótico, e mais 4 remedinhos entre sprays nasais e analgésicos.

Diminuí o ritmo das atividades o quanto pude, e pulei a exibição de um filme do Glauber Rocha na terça (esse mês tá rolando por aqui um festival de filmes do Glauber Rocha no The Club, sempre às terças feiras). Ontem teve jantar na Residência Oficial do Embaixador porque eles tão indo embora no final do mês devido à aposentadoria dele (sofrência! #ficadonagrace! #ficaembaixadoredson! #mredeixaelesficaremaquicomagente!), e hoje teremos concerto na Ópera em comemoração aos 25 anos de relações diplomáticas entre o Brasil e a Armênia. Então lá vou eu de novo levando meu antibiótico na bolsa!

Graças a Deus estou me sentindo melhor, sinal de que estes novos remédios estão fazendo efeito. Ao mesmo tempo, estou me sentindo bem cansada – afinal, é muito remédio junto pra um organismo só!

O lado bom foi que eu finalmente experimentei em primeira mão os serviços médicos aqui de Ierevan! A consulta custou 7.000 AMDs (cerca de 15 dólares) e eu não só fui super bem atendida, como também a médica me deu o telefone dela pra que eu entre em contato diretamente com ela em caso de necessidade, além de ter deixado aberta a possibilidade de retorno, caso precise. Gastei 16.000 AMDs com todos os remédios, e fiquei felicíssima porque aqui existe antibiótico solúvel!

Esse foi o update sobre meu quadro respiratório nesse blog. Espero poder voltar com a programação normal em breve!

Diário de Viagens: Punta Cana

Em outubro de 2014, fizemos uma viagem muito bacana, que acabou institucionalizando o meu jeito favorito de viajar: primeiro, fomos pra Orlando, onde ficamos 11 dias aproveitando tudo o que minha cidade favorita tem pra oferecer; de lá, seguimos pra República Dominicana, onde passaríamos 5 dias apenas relaxando no sol caribenho! Já tínhamos feito isso em Cuba, quando passamos 3 dias explorando Havana e depois mais 3 dias descansando em Varadero e, ao repetir a fórmula, confirmamos nossa preferência por esse tipo de viagem.

IMG_1163

Pegamos um vôo da Gol de Orlando para Santo Domingo, capital da República Dominicana, que emitimos com Smiles. Na chegada, pagamos o visto na própria imigração (cerca de US$30 por pessoa). Tínhamos agendado o transfer que nos levaria para o nosso resort em Punta Cana: o percurso levou em torno de 1h30, e custou cerca de US$100.

clique dos nossos cartões de embarque "temáticos" no aeroporto de Orlando (MCO <3)

clique dos nossos cartões de embarque “temáticos” no aeroporto de Orlando (MCO <3)

Chegamos de noite ao Meliá Caribe Tropical Resort, e estávamos mortos de cansaço, só queríamos dormir! Deixamos para conhecer o hotel no dia seguinte, mas logo percebemos que fizemos bem em reservar um quarto na área The Level Adults Only (no site do hotel, referem-se a este quarto como Romance Suite), pois o quarto era maravilhoso e o serviço era personalizado. Como escolhemos quarto térreo, além de jacuzzi e todas as amenidades, tínhamos uma varanda privativa com cama balinesa. Os quartos nos andares superiores dispõem de varanda com sofá. O banheiro também é super espaçoso e bem equipado, com 2 pias e 2 chuveiros.

cama balinesa na nossa varanda privativa

cama balinesa na nossa varanda privativa

Este Meliá dispõe de três tipos de hospedagem: a comum, The Level Family (no site do hotel, referem-se a este quarto como Family Deluxe Junior Suite), e The Level Adults Only. Os hóspedes The Leve podem acessar qualquer uma das áreas, mas aqueles que ficam na área comum tem algumas limitações. Ah, sim: hóspedes da área The Level Family podem acessar as áreas Adults Only se não estiverem acompanhados de suas crianças. A identificação dos hóspedes é feita através de uma pulseirinha artesanal super fofa.

café da manhã no quarto pra completar o climinha de preguiça

café da manhã no quarto pra completar o climinha de preguiça

Ao despertarmos, tomamos café na área reservada, e nos deparamos com um bufê muito farto, de frente pra praia. Aproveitamos a manhã na praia com nossos amigos, e depois fomos para a piscina da área The Level Family, pois eles tem um filho pequeno e estavam hospedados nessa área. Os hóspedes The Level também tem acesso a uma faixa privativa na praia, com cabaninhas, chaises longues e serviço de bebidas.

DSC_8452

Por ser do tipo all inclusive, podíamos comer e beber o dia inteiro, à vontade. O serviço de quarto também está incluído e, em um dos dias, pedimos assim o nosso café da manhã. Um quiosque à beira da piscina Family dispunha de sorvete, frango e batata frita o dia inteiro, além de outras guloseimas. O bar, acessível de dentro da piscina, servia bebidas e bons drinks. E logo ali ao lado o restaurante The Gabi Club servia o café da manhã para os hóspedes da área, bem como almoço e jantar. Confesso que lá tinha o meu cardápio favorito hihihi

IMG_1197

área do hotel no entardecer

Dos 10 restaurantes à la carte, visitamos o Capri (frutos do mar), o The American Grill (cozinha americana), o Ma Maison (cozinha francesa), e o La Gondola (cozinha italiana). É importante saber que todos os restaurantes à la carte do Meliá precisam de reserva.

O resort dispõe de muitas atividades incluídas, mas nós só queríamos mesmo tomar sol e relaxar na praia e na piscina. Visitamos o cassino em uma das noites, e achamos divertido. Anexo ao hotel está também o principal shopping da cidade, que dispõe de um cinema, além de abrigar um Hard Rock Café. Neste shopping, é possível encontrar bons souvenires, além de algumas grifes famosas, e o hotel oferece um shuttle gratuito (embora seja muito perto, é recomendável pegar o shuttle, pois aquele sol não perdoa!).

chuva caribenha

chuva caribenha

Foi o segundo hotel da rede Meliá onde nos hospedamos, e gostamos bastante da experiência. Recomendo a todos que querem um serviço de qualidade para relaxar ao sol!

Pra voltarmos pra Brasília, pegamos um vôo Delta saindo de Punta Cana com conexão em Atlanta. O aeroporto de Punta Cana estava em obras quando visitamos.

Renée Fleming em Ierevan

No último sábado, 7 de outubro, tivemos a oportunidade de ver Renée Fleming cantando ao vivo na Ópera de Ierevan, acompanhada pela orquestra regida pelo maestro Constantine Orbelian, que é o Diretor Geral e Artístico do Teatro Nacional de Ópera e Ballet da Armênia.

20171007_182259260010181.jpg

Renée Fleming é uma das principais cantoras do mundo, que encanta as platéias com sua voz suntuosa, seu dom artístico e sua presença de palco contagiante. A cantora soprano, conhecida como “a diva do povo”, ganhou o Grammy Award for Best Classical Vocal Solo em 2013. Em 2014, Renée foi a primeira artista clássica a cantar o hino dos Estados Unidos da América no Super Bowl. Em 2016, Renée foi indicada como Conselheira Artística Geral para o John F. Kennedy Center for the Performing Arts, e faz parte do Quadro de Curadores da Carnegie Hall Corporation, entre outros.

O repertório da apresentação de Renée em Ierevan contemplou obras de Joseph Canteloube, Jules Massenet, Giuseppe Verdi, Arrigo Boito, Francesco Cila, Ruggero Leoncavallo, Sergei Rachmaninoff e Antoninos Leopold Dvorák. Mas Renée também mostrou seu lado pop ao interpretar I Could Have Danced All Night, imortalizada na voz de Julie Andrews em My Fair Lady, e emocionou a todos ao cantar a Ave Maria de Franz Schubert acompanhada da orquestra e do coral. Ambas músicas não estavam previstas no programa do concerto!

Renée mostrou-se emocionada e muito empolgada com a apresentação, e não parecia querer sair do palco de Ierevan! Quem me segue no instagram teve a oportunidade de acompanhar alguns trechinhos do concerto ao vivo. Foi uma noite memorável e me senti muito feliz e privilegiada por ter podido assistir a uma apresentação tão maravilhosa!

300 anos de N. Sra. Aparecida

Dia 12 de outubro é dia de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil, e minha Mãe do Céu muito amada. A Virgem de cor morena nos ama tanto que apareceu no Brasil, nas águas do Rio Paraíba do Sul: a Mãe de Jesus escolheu uma aldeia de pescadores para mostrar o amor infinito de Deus por nós!

IMG_0558.JPG

Eu sou muito feliz por ter uma Mãe do Céu que eu sei que está ao meu lado todo o tempo! Que privilégio tão grande poder me colocar no colo da Mãe de Deus e nossa! A serenidade invade meu coração todas as vezes que surgem adversidades porque eu confio na intercessão de Nossa Senhora, e entrego tudo o que me aflige nas mãos dela! Quando a Mãe pede, o Filho atende! E tudo sempre se resolve da melhor forma, que muitas vezes eu não poderia nem imaginar! Pensa se eu não vou aproveitar pra me entregar no colo da Mãe do Céu, esse privilégio imenso que Deus nos deu?!

Eu tenho devoção especial por Nossa Senhora Aparecida desde muito pequena, me entregando sempre nas mãos da Mãe de Deus na sua versão morena, que apareceu para os pobres e humildes pescadores.  Foi numa das primeiras fitas k7 que a Mivó gravou pra mim que eu ouvi ROMARIA pela primeira vez, e desde então é uma das minhas músicas favoritas de todos os tempos. Quando eu fiz 12 anos, pedi de presente uma imagem grande de Nossa Senhora Aparecida, que ganhei na missa celebrada em ação de graças pelo meu aniversário, e essa imagem me acompanha até hoje! Ela foi pra Brasília e agora tá aqui em Ierevan com a gente, nos acompanhando e abençoando de perto.

Neste ano, em que comemoramos 300 anos da aparição da imagem no Rio Paraíba do Sul, as igrejas do Brasil e também do mundo inteiro receberam imagens peregrinas de Nossa Senhora Aparecida, e eu fui abençoada com 3 encontros Marianos pelo mundo no ano do tricentenário!

IMG_0559

O primeiro encontro foi em Praga, na República Tcheca, quando fui rezar aos pés do Menino Jesus na Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa (Chrám Panny Marie Vítezné). Foi lá que eu descobri que as imagens peregrinas estavam visitando paróquias de todo o mundo, e eu ainda sou incapaz de descrever a emoção de ter encontrado Minha Mãe Aparecida naquela igreja.

IMG_1385

O segundo encontro foi em Fátima, Portugal, onde a emoção já estava à flor da pele por poder visitar o Santuário de Fátima. Lá, no Santuário, está também em destaque uma imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, neste ano Mariano em que comemoramos os 300 anos da Senhora de Aparecida e os 100 anos das aparições de Fátima. As emoções que experimentei no Santuário de Fátima transbordaram em mim – ou melhor, ainda transbordam.

IMG_6471.JPG

O terceiro encontro foi no Brasil, na paróquia onde eu cresci e desenvolvi minha espiritualidade: a Igreja de Nossa Senhora do Sagrado Coração – Santuário das Almas. Lá, num altar especial, estava a imagem peregrina da Mãe do Brasil, e, nas semanas em que estive por lá, participei da Novena junto com os outros paroquianos, continuando as orações aqui em Ierevan.

Nesta minha visita ao Brasil, não consegui ir de novo ao Santuário de Aparecida, mas aproveitei para comprar uma imagem nova de Nossa Senhora Aparecida, com o manto de tecido e bordado, e que agora está aqui em Ierevan com a gente.

Eu sou muito feliz por sentir o amor maternal de Nossa Senhora e por saber que ela intercede por mim junto à Deus, Nosso Senhor! Já que O MUNDO É A MINHA CASA, nada melhor do que ter a certeza de que eu tenho uma Mãe que me acompanha em todos os lugares! Afinal, nossos pais não podem estar com a gente o tempo todo, mas o Pai do Céu e a Mãe do Céu podem – e estão! São tantas as bênçãos e milagres operados na minha vida que eu preciso mesmo me colocar sempre de joelhos para agradecer e louvar ao Senhor Jesus. E, quanto mais eu agradeço, mais eu sinto a presença forte de Deus na minha vida, e as mãos intercessoras de Nossa Senhora me afagando a cada momento!

Nossa Senhora, com seu olhar meigo e sereno, manifesta a sua presença tenra e materna junto ao povo de Deus. Ela é a celestial cooperadora que nunca abandona os seus filhos! São trezentos anos desde que Nossa Senhora Aparecida saiu das redes para entrar no coração dos humildes, derramando bênçãos e graças sobre os seus filhos! Bendita seja a Senhora Aparecida, Mãe Morena, Mãe de todas as raças e culturas, Mãe do Redentor que se fez Homem para habitar entre nós!

Obrigada, querida Mãe Aparecida, por tanto!

Em Moscou com meus pais

A primeira viagem internacional dos meus pais foi cheia de aventuras: primeiro, nos aventuramos por Portugal, conhecendo o Porto, Fátima e Lisboa. Depois, viemos pra Ierevan, e aqui eles ficaram conosco por 3 semanas. Por fim, fomos passar o último final de semana da viagem deles em Moscou, de onde eles embarcariam de volta pro Brasil!

IMG_6017

Voamos de Ierevan para Moscou com a Ural Airlines, desembarcando em Domodedovo perto das 18h. De lá, tomamos um Uber até o nosso hotel, o Hilton Garden Inn Moscow Krasnoselskaya. Vale a pena notar que há um preço fixo de transporte de/para os aeroportos de Moscou, embora muita gente infelizmente seja enganada e acabe pagando muito mais pelo serviço de transporte. O preço determinado é de 1000 Rublos (cerca de 20 dólares), e nós geralmente temos optado por usar o Uber, que já debita no nosso cartão de crédito, mas também recomendamos os serviços do Yandex.

Localizado no Terceiro Anel de Moscou, este hotel Hilton fica pertinho da estação de metrô Krasnoselskaya (Красносельская), que atende à linha 1 (vermelha), e bem em frente ao shopping Troika (Тройка), o que foi super conveniente pra gente. Como o marido não pôde ir conosco, optamos por um quarto triplo, que era a opção mais barata pra hospedar nós 3, e o café da manhã incluído na diária. Chegamos no hotel mortos de fome e decidimos comer por lá mesmo, e pedimos frango na brasa acompanhado de batatas fritas. Pra um restaurante de hotel, o Garden Grille & Bar Restaurant tem preços bastante interessantes, e foi bom poder matar a fome por lá mesmo.

YJWK1373

Acordamos no sábado sem pressa e aproveitamos o farto café da manhã, oferecido como buffet. Saímos do hotel rumo à Praça Vermelha, e optamos ir de táxi, usando o serviço do aplicativo Yandex. Acontece que, em um grupo de 3 pessoas, a maioria dos trajetos sai mais barato de táxi do que de metrô e, como era final de semana, não havia muito trânsito na cidade, então realmente valia mais a pena tomarmos táxi.

IMG_1569

Chegamos na Praça Vermelha e estava um calor escaldante! A fila pra visitar o Mausoléu do Lênin estava imensa, e meus pais preferiram não encarar. Passeamos, então, pelos jardins do Kremlin, e aproveitamos para admirar calmamente a arquitetura da Praça, da Catedral de São Basílio e do Kremlin. Cada vez que eu vou lá, eu me emociono, porque é realmente um lugar belíssimo!

Passeamos um pouco também pela GUM e, quando chegou a hora de almoçarmos, eles preferiram comer no Bosco Fresh & Bar do que na Stolovaya 57 porque eles gostaram mais do ambiente e da vista da Praça Vermelha que o Bosco Fresh & Bar proporciona, mesmo do salão climatizado. Já falei um pouco da nossa experiência neste restaurante neste post aqui.

Meus pais ficaram muito encantados com a Praça Vermelha e adoraram a experiência. Minha ideia inicial era sairmos de lá rumo ao VDNKh para passearmos pelo parque e também visitarmos o Museu dos Cosmonautas, que fica lá perto, mas o calor era tão intenso que nenhum de nós 3 estava aguentando. Em qualquer viagem, eu acho que é primordial respeitar o ritmo e não forçar a barra. Então fizemos o caminho de volta pro hotel: meu pai ficou por lá descansando, e eu e a mamãe fomos passear no shopping Troika!

O shopping Troika é bem grande: tem 3 andares, uma Leroy Merlin imensa e um supermercado Auchan gigantesco. Nele, encontramos lojas como Zara, Decathlon, Nike, Adidas, Pull & Bear, entre outras, e uma boa praça de alimentação.

IMG_6029

No domingo, nosso primeiro destino foi a Igreja da Imaculada Conceição para participarmos da missa. A Igreja da Imaculada Conceição é imensa e belíssima, e foi muito emocionante pra mim poder participar da missa em russo pela primeira vez.

Saímos da missa renovados, e seguimos para meu lugarzinho favorito de Moscou: a Dom Knigi da Avenida Nova Arbat! Eu queria muito aproveitar essa viagem pra comprar minha coleção em russo de Harry Potter, mas eu queria uma edição específica – afinal, já que é pra colecionar livros de Harry Potter, que eles sejam especiais e diferentes, né? Já tinha olhado a Respublica (РЕСПУБЛИКА) da GUM, mas lá não tinha a edição que eu queria, e graças a Deus eu encontrei na minha Dom Knigi preferida!

Depois de passearmos pela enorme livraria, saímos em busca de alimento na Nova Arbat. Como já comentei no post sobre restaurantes em Moscou, nosso escolhido foi o Steak it Easy, restaurante ao qual só posso tecer elogios: eles não só atenderam a todas as nossas restrições alimentares, como também foram super acolhedores quando começou a chover e nós ficamos fazendo hora por lá. E, é claro, reforço minha dica da tortinha de chocolate com caramelo e flor de sal.

Eu falei que começou a chover? Gente, aquilo não foi chuva. Foi um dilúvio! A gente acabou ficando horas e horas no restaurante, e não conseguimos seguir pro Museu dos Cosmonautas. Sim, eu queria muito ter levado meus pais lá e fiquei de fato frustrada por não ter conseguido! Mas fé em Deus de que teremos outras oportunidades!!

A princípio, nós íamos trocar de hotel no domingo de noite, e iríamos pro Ramada que fica do lado do aeroporto, já que o vôo deles pra Lisboa sairia bem cedinho do Domodedovo, e o meu vôo pra Ierevan logo em seguida. Mas acabamos optando por ficar lá no Hilton mesmo, e sairmos mais cedo do hotel pro aeroporto na segunda feira. Assim, aproveitamos o finzinho do domingo pra voltarmos no shopping e comprarmos algumas coisinhas para comermos antes de sair do hotel rumo ao aeroporto, além das minhas caixinhas de biscoito Barni (que ainda não chegaram na Armênia #chateada). Jantamos de novo no restaurante do hotel pela comodidade e para podermos arrumar as malas com calma.

Saímos do hotel 04h15 da manhã (eu sei, cruel!) e chegamos no aeroporto 45min depois. O Domodedovo é bem longe mesmo de tudo, e há que se planejar bem pra chegar cedo e não correr risco de perder o vôo. Já tínhamos feito check in online, então só precisamos despachar as bagagens deles na TAP e seguimos pro embarque. Depois dos procedimentos de segurança e imigração, que demoram MUITO no Domodedovo, sentamos pra tomar um último cafézinho juntos até a hora em que eles embarcaram.

Eu fiquei muito feliz de ter podido passear um pouquinho em Moscou com meus pais, mesmo que não tenhamos feito tudo o que tínhamos planejado! Foi um final de semana especial com eles e pra eles!

Abovyan, a rua boêmia de Ierevan

Khachatur Abovyan, foi um escritor armênio e figura pública nacional do início do século 19. Abovyan, que desapareceu misteriosamente em 1848 e foi, eventualmente, dado como morto, foi um educador, poeta e defensor da modernização. Conhecido como o pai da literatura armênia moderna, escreveu Verk Hayastani (As feridas da Armênia). Este livro foi escrito em 1841, com publicação póstuma em 1858, e foi o primeiro romance publicado sob o sígnio da língua armênia moderna. O escritor estava à frente do seu tempo, e praticamente nenhum dos seus trabalhos foi publicado enquanto estava vivo; apenas após o estabelecimento da Armênia Soviética é que Abovyan recebeu o devido reconhecimento por sua obra. Khachatur Abovyan é visto como uma das principais figuras não só da literatura armênia mas também da história da Armênia como um todo.

800px-stamp_of_ussr_1867

selo soviético de 1956 em homenagem a Khachatur Abovyan

Uma das ruas mais movimentadas de Ierevan é nomeada em homenagem a esta importante figura histórica armênia. A rua Abovyan, que corta o centro da cidade desde a Praça da República até a estátua de Khachatur Abovyan, foi a primeira rua planejada da capital da Armênia.

img_6817

Cinema Moscou

Localizada no Kentron e conhecida como reduto boêmio de Ierevan, a rua Abovyan é muito arborizada e super agradável para passear e fazer compras, principalmente em dias de sol e temperatura amena. Esta rua abriga instituições culturais e educacionais, galerias de arte, prédios residenciais luxuosos, lojas de grandes marcas, escritórios comerciais, cafés, hotéis, restaurantes e casas noturnas.

A Yerevan State University tem 2 campi na rua Abovyan: um abriga as faculdades de Teologia, de História, e de Economia e Administração; o outro, a faculdade de Medicina.

IMG_6701

Igrejas Katoghike Santa Mãe de Deus e Santa Anna

Um importante marco arquitetônico e local histórico de Yerevan também está na rua Abovyan: as Igrejas Katoghike Santa Mãe de Deus e Santa Anna. A Igreja Santa Mãe de Deus data da época medieval e, de acordo com as inscrições em uma das suas paredes, as estruturas sobreviventes datam de 1264. Por ser muito pequena, a Igreja Katoghike serve apenas como casa de oração. Já a Igreja de Santa Anna começou a ser construída em 2009 e foi inaugurada em 30 de abril de 2015, consagrada por Catholicos Karekin II, com projeto arquitetônico de Vahagn Movsisyan, que manteve características tradicionais da arquitetura armênia, como a pedra tuff, na criação de uma igreja moderna e ampla.

Além de dar nome à rua, Khachatur Abovyan também foi homenageado pela Universidade Estatal Armênia de Pedagogia, que leva o nome do escritor. Ademais, há um museu em Ierevan em memória do escritor.

Restaurantes em Moscou

Se alguém me dissesse um dia que eu já teria ido passear em Moscou 4 vezes em 4 meses, eu jamais acreditaria. Tenho mesmo é que dar graças a Deus por estas oportunidades que já aconteceram na minha vida, e por ser relativamente fácil ir daqui de Ierevan pra capital da Rússia!

Com isso, temos podido experimentar diferentes restaurantes em Moscou, e, se eu já contei sobre alguns deles no post sobre nossa primeira ida pra essa cidade incrível, resolvi reunir em um único post todas estas experiências que tivemos! E, de cara, já registro uma informação importante: é bem mais caro comer na Rússia do que na Armênia!

  • Dr Jivago (Dr. Живаго)

A localização desse restaurante é incrível, em frente ao Kremlin. O restaurante funciona 24h e, segundo informações colhidas, vive lotado. No dia em que fomos, chegamos depois da meia noite e ainda assim tivemos que esperar alguns minutos por alguma mesa. O menu tem versão em inglês, e foi a refeição mais cara que já fizemos em Moscou. No cardápio, delícias típicas, com direito à pasta de beterraba.

IMG_2810.JPG

Como chegar: estação de metrô Ploshchad Revoliutsii (Площадь Революции) para linha 3, ou Teatralhnaia (Театральная) para linha 2. A estação Tverskaya (Тверская) também fica ali por perto, pra quem usa a linha 2.

  • Uilliam’s

Esse restaurante tem um ambiente muito bacana, localizado na rua Malaya Bronnaya. O menu tem várias opções para os diferentes horários do dia, e o brunch que tomamos lá ainda é uma das minhas refeições favoritas de Moscou.

IMG_2869.JPG

Como chegar: As estações de metrô mais próximas são Tverskaya (Тверская) pra quem usa a linha 2, e Pushkinskaya (Пушкинская) pra quem usa a linha 7. De qualquer uma destas estações até o Uilliam’s, uma caminhadinha de uns 10 minutos.

  • Le Pain Quotidien (Хлеб Насущный)

A famosa rede francesa também tem várias filiais na capital russa. A padaria tem pães deliciosos, e eu também recomendo fortemente tomar café da manhã/brunch por lá, já que os pratos são muito saborosos.

IMG_3090.JPG

Como chegar: são muitas filiais! Certamente haverá uma perto de você.

  • Stolovaya 57 (Столовая 57)

Pra mim, é o clássico dos clássicos de Moscou. Fica no 3º andar da GUM (ГУМ), e é uma opção muito boa para quem quer uma farta refeição a preço justo em plena Praça Vermelha. Não tem uma vez que eu vá a Moscou e não vá lá!

Como chegar: estação de metrô Ploshchad Revoliutsii (Площадь Революции) para linha 3, ou Teatralhnaia (Театральная) para linha 2. A estação Tverskaya (Тверская) também fica ali por perto, pra quem usa a linha 2.

  • Shokoladnitsa (шоколадница)

Esse também tem aqui em Ierevan, e muitos pontos em Moscou. É um bom café, com menu cheio de delícias, e também pratos salgados pra refeições rápidas. Eu amo o chá de limão, gengibre e mel deles!

Como chegar: são muitos os pontos desse café em Moscou! Quase que tem um a cada esquina!

  • Burguer Heroes/Bad Bro Bar

A rede Burguer Heroes também tem algumas filiais em Moscou, mas nós fomos na que fica dentro do Bad Bro Bar, que tem um ambiente que lembra um pub, onde a cerveja é bem servida. O menu do Burguer Heroes tem hambúrgueres gourmet saborosos, e os  seus nomes remetem a personagens famosos. Os hambúrgueres demoraram um pouco pra ficar prontos, e é preciso ficar atento ao número do pedido, já que o sistema de chamada dos pedidos não é muito eficiente.

IMG_3322.JPG

Como chegar: rua ul. Gruzinskiy Val, 28, Moskva, Rússia, 123056. Estação de metrô Belorusskaya (Белорусская) para linhas 2 e 5.

  • Kafé Merkato no Parque Gorky (Кафе Меркато Парк Горького)

Pense num ambiente delicioso, no meio do Parque Gorky, com música boa tocando ao fundo, uma focaccia deliciosa, e um Aperol Spritz bem feito: este é o Café Merkato. São dois ambientes, um interno e um externo e, como nós fomos na primavera, estava sol (porém fresquinho, não se enganem) e pudemos ficar no ambiente externo. Mas o ambiente interno me pareceu bastante agradável também.

IMG_4066.JPG

Como chegar: estação de metrô Park Kultury (Парк культуры) para linhas 1 e 5, ou Oktyabrskaya (Октябрьская) para linhas 5 e 6.

  • Бадамзар (Badamzar) Новый Арбат

Esse restaurante de comida uzbeque fica na Avenida Nova Arbat, onde também está localizada minha livraria favorita (Dom Knigi <3). Eu não estava botando muita fé na comida do Uzbequistão, mas fui positivamente surpreendida! No menu, uma entradinha de tomates com cebola deliciosa, e uma carne de cordeiro muito saborosa!

Como chegar: estação de metrô Arbatskaya (Арбатская) para linha 3, ou Biblioteka Imeni Lenina (Библиотека им. Ленина) para linha 1.

  • Волконский (Volkonskii) Новый Арбат

Sobremesas deliciosas num ambiente muito fofo! O serviço também é excelente. A Volkonskii também funciona como padaria, e fiquei sabendo que, à noite, eles dão descontos especiais no estoque do dia pra evitar o desperdício!

Como chegar: estação de metrô Arbatskaya (Арбатская) para linha 3, ou Biblioteka Imeni Lenina (Библиотека им. Ленина) para linha 1.

  • Razvedka (Разведка)

Esse restaurante tem um ambiente que me causou um pouco de desconforto, porque a decoração temática é toda ligada à espionagem, e as paredes são cobertas de armas, celulares antigos, etc. Os banheiros também entram na temática, e eu confesso que troquei de cabine quando vi que uma delas era totalmente decorada com câmeras de segurança! Me deu agonia hihihihi Falando em banheiros, eles são bem limpos. Mas a comida de lá é muito boa, e o serviço é bem justo. Eles também disponibilizam menu em inglês, e o preço é bem justo pra um restaurante/bar tão próximo da Praça Vermelha.

Como chegar: estação de metrô Ploshchad Revoliutsii (Площадь Революции) para linha 3, ou Teatralhnaia (Театральная) para linha 2.

  • Korio (Корё)

O glorioso restaurante Norte Coreano em Moscou tem um amplo cardápio cheio de quitutes típicos da Coréia do Norte. O ambiente também parece nos transportar diretamente para o país, decorado com peças típicas. Nas TVs, ficam passando filmes com apresentações musicais muito produzidas do país. Tudo o que provei estava muito gostoso, e o temperinho apimentado deles dá um toque especial a todos os pratos.

Como chegar: estação de metrô Ленинский проспект (Leninskyi Prospekt) para linha 6.

  • Burguer & Fries Miratorg (бургер и фраис Миратог)

Uma hamburgueria comandada pela maior produtora de frangos e carnes da Rússia, com menu simplificado e atendimento rápido. Nós descobrimos a Burguer & Fries Miratorg quase sem querer, quando estávamos com muita fome depois de termos chegado de Vienna em Moscou. A unidade em que fomos fica dentro de um mercado da Miratorg, o que facilita a vida de quem precisa comprar pequenos lanchinhos pra levar pro hotel.

IMG_5359.JPG

Como chegar: tem algumas unidades pela cidade, mas a que nós fomos é a da rua Mashi Poryvaevoy, acessível pela estação de metrô Krasnyie Vorota (Красные ворота) para linha 1.

  • Bosco Fresh & Bar na Praça Vermelha

Uma opção um pouquinho mais sofisticada para refeições na Praça Vermelha, mas ainda assim sem estourar o orçamento. Fui lá com meus pais em um dia bem quente de verão e estava tão cheio que não conseguimos mesa na área externa que fica, literalmente, na Praça Vermelha. Este Bosco fica no piso térreo da GUM (ГУМ), e o cardápio oferece opções saudáveis, como frango grelhado e saladas, e também várias massas. O serviço foi bem lento no dia em que estivemos lá – pedi gelo e tô esperando até hoje – mas não sei se era porque o restaurante estava bem cheio.

Como chegar: estação de metrô Ploshchad Revoliutsii (Площадь Революции) para linha 3, ou Teatralhnaia (Театральная) para linha 2.

  • Teremok (Теремок)

Fast food russo, com cardápio cheio de opções da culinária típica a preços módicos. Tem uma sopinha de frango com macarrão que é bem gostosinha e bem temperada. Eles também servem as tradicionais blínis (Блины), que são as panquecas recheadas russas.

Como chegar: tem várias espalhadas pela cidade!

  • Steak it easy Grill Bar Новый Арбат (Novyi Arbat)

Muito provavelmente o destaque da minha passagem por Moscou com meus pais (tô devendo esse post! Eu sei!), o Steak it easy da Novyi Arbat tem um cardápio ótimo, um ambiente maravilhoso, preço muito justo, e um atendimento sensacional (eles adaptaram todos os pratos pras nossas necessidades daquele dia), além da localização super conveniente (muito pertinho da minha Dom Knigi favorita). Recomendo fortemente a tortinha de chocolate com caramelo e flor de sal.

IMG_6064.JPG

Como chegar: estação de metrô Arbatskaya (Арбатская) para linha 3, ou Biblioteka Imeni Lenina (Библиотека им. Ленина) para linha 1.

Moscou de metrô

Você sonhou, sonhou, e finalmente marcou sua viagem pra Rússia! Mas você não sabe uma palavra de russo. E agora?!

Calma, estou aqui pra te ajudar. Embora nós tenhamos aprendido um pouquinho de russo por razões óbvias, meu russo ainda é muito insipiente e eu confesso que me sentiria completamente insegura de viajar pra Rússia sozinha. Muito mais do que ter a opção de contratar um guia brasileiro (o que ajuda muito e eu defendo firmemente), você pode ter (alguma) independência em Moscou e se locomover de metrô para conhecer os mais legais pontos turísticos da cidade!

É sabido que o metrô de Moscou é imenso e atende todas as regiões da cidade, mas o completo desconhecimento do idioma pode ser muito intimidante.

IMG_3910.JPG

Graças a Deus, o metrô de Moscou é um dos melhores que já vi, e um dos mais tourist friendly: em todas as estações e vagões podemos ver o mapa inteiro do metrô com as estações transliteradas para o nosso alfabeto, além da linha visual e indicações luminosas de quais estações já se passaram, qual a próxima parada e quais as próximas estações.

A estação Teatralnaya (linha Zamoskvoretskaia), por exemplo, garante acesso fácil ao Teatro Bolshoi, à Praça Vermelha e ao GUM. A estação Lubyianka (linha Socolhnitcheskaia) também fica ali próxima, e facilita a chegada também na loja Dietski Mir com seu mirante. Outra estação que fica na região é a Ploshchad Revoliutsii (linha Arbatsko-Pokrovskaia). Para chegar ao Museu dos Cosmonautas e ao Parque VDNKh, a estação a se usar é a VDNKh (linha Kalujsko-Rijskaia). O acesso ao Parque Gorky é fácil por meio da estação Oktiabrskaia (linha Kolhtsevaia). Para chegar na grande Dom Knigi da Avenida Nova Arbat, que é a minha livraria favorita, pode-se usar as estações Arbatskaya (linha Arbatsko-Pokrovskaia)Alexanderovskii Sad (estação final da linha Filiovskaia) ou ainda Lenin Bibliothek (linha Socolhnitcheskaia), embora a mais próxima seja mesmo a Arbatskaya.

Para usar o metrô, você pode comprar o cartão Troika e carregá-lo nas maquininhas de acordo com sua necessidade. Cada passagem custa 35 rublos (cerca de US$0,70) com o Troika, enquanto os tíquetes avulsos custam 55 rublos (quase US$1). O preço das passagens de ônibus é o mesmo, e também é possível usar o Troika para este meio de transporte. Eu prefiro o metrô porque, além de ser mais rápido e super limpo, as estações são lindíssimas, o que torna o deslocamento um passeio.

 

Loja de quinquilharias em SP

No meu primeiro final de semana no Brasil, fui pra SP encontrar minha sogra e minha cunhada, e nós fomos almoçar no shopping Boulevard Tatuapé. Lá, conheci a loja DAISO JAPAN, que vende quinquilharias de todos os tipos a preços interessantes. Nesta loja, tem itens de papelaria (normais ou mais exóticos como, por exemplo, borracha eletrônica!), utensílios domésticos, maquiagens, utilidades para viagens, e muito mais. A loja é enorme e parecia que as invenções não teriam fim em meio aos corredores!

Eu não resisti, e comprei uma escova de limpar tênis do Mickey, e uma borracha eletrônica com uma cartelinha de refil! A borracha precisa de pilhas AAA pra funcionar, e as pilhas não estão incluídas.

Infelizmente não é permitido fotografar a loja, mas fica a dica pra quem estiver em SP e quiser comprar coisinhas úteis e/ou inúteis a preços bacanas!