Maison Cailler

Desde 1898, na região de Gruyère, encontramos uma das mais tradicionais fábricas suíças de chocolates: a Maison Cailler. Fundada por François-Louis Cailler, a Maison Cailler é a marca de chocolates mais antiga da Suíça.

JZDC2774

A sede da Maison Cailler é uma das poucas fábricas de chocolate na Suíça que abrem suas portas aos visitantes. É possível fazer um tour pelas instalações, e o ingresso individual custa 15 CHF por adulto (12 CHF para estudantes e idosos, e também para grupos de 10 a 20 adultos), e a visita é gratuita para crianças acompanhadas por adultos pagantes.

Mas você também pode visitar a loja da Maison Cailler e tomar um cafezinho na cafeteria, pagando só o que consumir por lá – foi isso que nós fizemos. Além dos chocolates que cobrem diversas paredes, a loja oferece diversos souvenires interessantes para todos os gostos e bolsos.

Um dia em Luxemburgo

Quando estávamos no nosso trânsito em Frankfurt, nós fomos passar um dia em Luxemburgo – ou melhor, no Grande Ducado de Luxemburgo. Cada trecho da viagem durou cerca de 3 horas de carro. Luxemburgo tem uma área de aproximadamente 2586 km², e uma população de pouco mais de meio milhão de pessoas.

 

Nós estacionamos o carro aos pés da cidade histórica, e subimos caminhando. Basicamente, ficamos andando pelo centro histórico por algumas horas. Almoçamos no Bistro Art Scene, passamos em frente da Catedral de Notre Dame de Luxemburgo e do Palácio Grão-Ducal, observamos o monumento Gëlle Fra e a Ponte Adolphe, e passeamos pela Praça Guillaume II.

Luxemburgo é bem pequenininha, porém muito simpática.

O que fazer em Frankfurt am Main?

Nós passamos o nosso trânsito (um período de 15 dias – uma tradição herdada de tempos mais antigos quando podia-se demorar muitos e muitos dias para se chegar ao destino – que podemos passar em qualquer lugar do mundo que não seja o posto de origem e o novo posto) na Alemanha. Tem post sobre o nosso trânsito na ida pra Armênia aqui.

Nós viajamos de Zurique até Frankfurt de carro, e o percurso durou quase 6 horas por conta das obras nas estradas alemãs. Dessa vez, nós decidimos fazer a cidade natal de Anne Frank de base, e sair apenas para day trips, porque o objetivo era ficar mais tranquilo e relaxar um pouco.

Frankfurt é o centro financeiro da Alemanha, e o maior centro financeiro da Europa continental. Nesta cidade, que tem o custo de vida mais elevado da Alemanha e é a 10ª cidade mais cara do mundo, encontramos as sedes do Banco Central Europeu, do Banco Federal Alemão e da Bolsa de Valores de Frankfurt.

IMG_0430.JPG

Um dos pontos turísticos de Frankfurt é a Goetheplatz, em homenagem a Johann Wolfgang von Goethe, nascido em Frankfurt no dia 28 de agosto de 1749. Até hoje, Goethe é considerado o mais importante escritor alemão.

IMG_0537.JPG

Outra atração turística de Frankfurt é a ponte de ferro (Eiserner Steg), que foi erguida em 1869 para ligar o centro antigo ao bairro de Sachsenhausen. Essa ponte exclusiva para pedestres tem cerca de 174 metros de extensão, e é tomada por “cadeados do amor”, que estão pendurados praticamente nela toda.

IMG_0492.JPG

A região de Römerberg atrai muitos turistas. Nesta área, provavelmente no século I, foram estabelecidos assentamentos romanos, e é possível até hoje encontrar alguns objetos daquela época. O complexo de prédios Römer, sede da administração da cidade de Frankfurt desde o século XV, fica nesta praça. Neste local, inúmeras coroações imperais aconteceram, além de várias feiras de comércio e um tradicional mercado de Natal que acontece até os dias de hoje. Por conta disso, essa praça é o coração histórico da cidade antiga (Altstadt) medieval. Nesta mesma região, se encontra o Museu Histórico de Frankfurt (Historisches Museum Frankfurt), que nós visitamos. O ingresso de adulto para a exibição permanente do Museu Histórico de Frankfurt custa €8, e demais informações (como, por exemplo, horário de funcionamento) podem ser encontradas no site oficial.

Mesmo considerando as outras atrações turísticas que nós não visitamos (como, por exemplo, a Catedral de Frankfurt), eu acredito que 2 dias em Frankfurt são mais do que suficientes para fazer todos os passeios turísticos – 3 se você pretender ir um pouco mais devagar e/ou tiver planos de fazer compras.

Um domingo em Interlaken

Uma das coisas que estamos tentando fazer semanalmente (ou quase) aqui na Suíça é aproveitar os domingos para dar passeios mais longos de carro, indo almoçar em alguma cidade fora de Berna. No domingo passado, fomos até Interlaken.

“Interlaken” significa, literalmente, “entre lagos”. A cidade recebe este nome porque fica entre os dois lagos de Brienz a leste e Thun a oeste. Interlaken é uma cidade conhecida e importante destino turístico da região montanhosa do cantão de Berna nos Alpes, e o principal hub de transporte para as montanhas e lagos da região.

NTRL8580

Interlaken é muito charmosa, com seu centro antigo preservado, e diversos restaurantes.  Vale notar que, aos domingos, tudo na Suíça está fechado, exceto restaurantes (embora alguns fechem também!) e o comércio dos aeroportos e estações de trem.