21 coisas que podem facilitar suas viagens

Já conversamos por aqui sobre algumas coisas que devemos preparar com antecedência antes de viajar, evitando complicações na hora do embarque e antecedendo possíveis problemas. Hoje quero refletir sobre alguns objetos que eu acho muito úteis e que  facilitam as minhas viagens, e que podem ajudar você também!

ELETRÔNICOS

1- Carregador de celular portátil

Não é novidade pra ninguém que foi-se o tempo em que celular era usado só pra falar no telefone, né?! Hoje em dia, usamos nossos celulares para tirar fotos, gravar vídeos, orientar nossos caminhos com GPS, manter as redes sociais atualizadas… enfim, uma lista interminável de funções! Poderíamos dizer que, hoje, o celular é o canivete suíço de qualquer viagem! Então não dá pra ficar sem bateria no meio do dia de passeio. Ter em mãos um carregador de celular portátil e um cabo carregador extra pode garantir que você estará sempre conectado. A Mophie é uma das melhores marcas do mercado, com opções bem leves e finas de 6000 mAh (até 3 cargas extras) até 15000 mAh (até 8 cargas extras), e duas entradas USB.

2- Fones de ouvido

Um item comumente esquecido pelos viajantes e que pode transformar completamente a sua experiência de viagem. Os fones fornecidos (ou vendidos) pelas companhias aéreas nem sempre são da melhor qualidade, então eu recomendaria não sair de casa sem o seu para que possa ouvir músicas, podcasts, audiobooks, ou mesmo assistir suas séries e filmes preferidos. Embora os grandes headphones estejam na moda, eu não recomendaria usá-los nas suas viagens, pois eles ocupam muito espaço: melhor optar por fones compactos confortáveis e com bom isolamento sonoro.

3- Phone handle (PopSocket)

Não fiquei satisfeita com “suporte de dedo para celular” então preferi usar o nome em inglês mesmo. Com os smartphones cada vez maiores, mãozinhas pequenas podem ter muita dificuldade em lidar com eles. Por isso eu digo e afirmo que os PopSockets foram das melhores compras que fiz desde que adotei um celular maior pra minha vida! Esses pequenos acessórios ajudam a segurar o seu celular com mais firmeza, além de serem úteis como base para assistir um vídeo enquanto está viajando e apoiar o telefone na mesa numa posição confortável.

4- Adaptador universal de tomadas

Chegar em um país novo e ser incapaz de recarregar seus eletrônicos é um dos piores pesadelos de um viajante! Acho que é sempre útil ter em mãos um adaptador universal de tomadas, de preferência com entradas USB. Assim, você terá sempre certeza de que seus devices estarão carregados, e ainda pode driblar lugares que tenham poucas tomadas.

ORGANIZANDO A MALA

5- Embalagens pequenas para líquidos

71tZ6h42sRL._SX522_

Além de economizar espaço na bagagem, você não vai ter que se preocupar com o “peso morto” dos líquidos que não usou na viagem para voltar pra casa. Pequenas garrafinhas líquidas que comportam entre 80ml e 100ml podem ser colocadas na sua bagagem de mão, e essa quantidade provavelmente será o suficiente para 7 a 10 dias de viagem. As embalagens de silicone são as melhores, pois elas se expandem e contraem de acordo com as mudanças de pressurização das cabines dos aviões, diminuindo a probabilidade de vazamento. Dica extra: não encha suas embalagens até o topo, mas deixe um pouquinho de espaço para a expansão natural causada pela pressurização.

6- Garrafa de água flexível

Uma maneira simples de economizar uma graninha em viagens é carregar consigo uma garrafa de água flexível, que não causará problemas na hora de passar pelos controles de segurança e raio x, como é o caso da Hydrapak Stash. Manter-se hidratado durante as viagens, principalmente em vôos longos, é fundamental, e nos aeroportos uma garrafinha de água pode custar uma pequena fortuna.

7- Jaqueta compacta

Conhecida como “down jacket” e carinhosamente apelidada por mim como “casaco do boneco da Michelin”, esse tipo de jaqueta costuma ser um verdadeiro salva-vidas nas viagens. Elas são resistentes à água, ultra leves, e super compactas. Quando estão guardadas em seus saquinhos, podem ser usadas até como travesseiro. Eu e o marido temos os modelos da Uniqlo e não viajamos mais sem as nossas, mas a Amazon também tem a sua versão.

8- Mala compacta extra

71KWAktC+3L._UX679_

Viajar leve é um objetivo constante, mas é difícil evitar as comprinhas durante as viagens! Uma mala compacta extra pode ser útil para acomodar esses souvenires, ou até mesmo a roupa suja na volta pra casa.

9- Sachês de lavanda

Poucas coisas nessa vida são melhores do que roupa com cheiro de limpa, e esse cheirinho reconfortante pode ser ainda mais agradável nas viagens. Os meus preferidos são os sachês de lavanda porque o cheiro é bem suave (e não me causa alergia!), e deixá-los no meio da mala vai garantir que as roupas estejam sempre com cheirinho de limpas.

10- Organizadores de malas (packing cubes)

71VoDXwd7YL._SL1500_

Acho que tá pra nascer uma pessoa mais fã de packing cubes do que eu! Mala organizada é sinônimo de viagem feliz, principalmente quando eu e o marido estamos dividido uma única mala com 23kg para quase 1 mês de aventuras. Os organizadores de malas tornam muito mais fácil a rotina de viagem, deixando tudo no seu lugar e economizando tempo na hora de reorganizar tudo numa troca de hotéis.

11 – Saquinhos extras do tipo “zip lock”

Além dos organizadores de mala, sempre gosto de colocar uns saquinhos do tipo zip lock na mala, que podem desempenhar mil e uma funções como, por exemplo, guardar roupas de banho molhadas.

CONFORTO PESSOAL

12- Chapéu

Quem me segue no meu instagram pessoal sabe que eu sou fundadora da hashtag #maischapéuporfavor. Eu amo usar chapéu desde que eu me entendo por gente! E desconheço acessório mais prático: no verão, garante aquela sombrinha no rosto; no inverno, ajuda a esquentar a cabeça. De quebra, o look fica mais estiloso!

13- Guarda-chuva

E, falando em sombrinha, é sempre conveniente ter um guarda-chuva em mãos durante as viagens. Comprar guarda-chuvas em viagens sempre é um gasto extra, e geralmente só encontramos sombrinhas pesadas e não muito compactas. Escolher com antecedência pode economizar dinheiro e espaço na sua mala! Eu já tive alguns guarda-chuvas compactos, e o próximo que quero testar é esse aqui.

14- Bolsa/mochila para o dia

É importante ter uma bolsa prática para carregar câmera, carteira, cópia dos documentos, bateria extra, garrafa de água e outros itens essenciais para um dia de passeio. De preferência, impermeável e que dificulte a vida dos pick pockets. O marido usa uma mochila da Timberland há alguns anos, e ela é super resistente, espaçosa e leve. As minhas favoritas são definitivamente da Longchamp, embora o meu duo de mochila + bolsa carteiro da Prada em nylon também sejam queridinhas para minhas viagens. Outra que eu acho bem prática é a Fjallraven Kanken. Ainda quero escrever um post falando especificamente sobre as minhas bolsas preferidas para viajar!

15- “Farmacinha”

Também conhecido como kit de sobrevivência ou primeiros socorros, o apelido “farmacinha” vem da época em que eu fazia parte da equipe de guias dos grupos da Point Travel pra Orlando. Esse é o tipo de coisa que não dá pra palpitar muito, já que tem que atender às necessidades individuais, mas o importante é nunca viajar sem levar os remédios que já tem costume de usar! Em alguns lugares do mundo, comprar um simples remédio pode causar uma dor de cabeça incrível. Curativos, antiinflamatório, antialérgicos, pomadas, remédios de estômago, vitaminas, e até mesmo um antibiótico podem garantir sua saúde e paz de espírito numa viagem.

PARA O VÔO

16- Lanchinhos

Comida de aeroporto é sempre cara, e geralmente nada saudável. Com um pouquinho de planejamento, é possível preparar pequenos lanchinhos que podem salvar você da fome durante o vôo ou numa conexão. Além de ter gastrite, pressão baixa e hipoglicemia, eu saio do sério quando estou com fome. Biscoitinhos, barrinhas de cereal e chocolates são alguns dos meus snacks preferidos e que garantem a minha felicidade durante uma viagem.

17- Material de entretenimento

Tablet, leitor digital, livros e computador portátil são excelentes passatempos para viagens. Eu gosto de ler e ouvir música ao mesmo tempo, então minha dupla favorita costuma ser o Kindle Paperwhite + iPod (muito old school).

18- Lenços umedecidos

Uma vez li uma pesquisa que revelava que as mesinhas dos aviões costumam ser muito mais sujas do que os banheiros das aeronaves. Eca! Desde então, a primeira coisa que eu faço ao entrar no avião é justamente limpar minha mesinha com lenços umedecidos antibacterianos. Meus vizinhos de vôo podem me achar exagerada, mas eu viajo com muito mais paz de espírito depois de higienizar as superfícies de contato do avião. Lenços umedecidos também podem ser muito úteis para limpar as mãos antes e/ou depois das refeições, para refrescar-se ao longo do dia ou nas mais inesperadas necessidades.

19- Spray de água termal

Isso pode parecer muito supérfluo pra muita gente, mas eu não vivo sem água termal. Durante um vôo longo, ajuda a refrescar e manter a pele hidratada, além de particularmente me ajudar a respirar melhor. Em um dia longo de passeios, ajuda a revigorar a pele.

20- Máscara para os olhos

Eu não viajo sem uma máscara para os olhos à mão! Ultimamente não tenho levado comigo nenhum travesseiro de pescoço porque perdi tantos nos últimos anos que achei que ia falir para fazer a reposição constante desses itens. Mas a máscara para os olhos me ajuda a relaxar durante o vôo, ainda que eu tenha certa dificuldade pra dormir, e é, pra mim, item indispensável.

21- Meias de compressão

É normal que nossos pés e pernas fiquem muito inchados durante os vôos, e as meias de compressão ajudam a diminuir a sensação de desconforto que esse inchaço pode causar, além de prevenir a trombose. Se você puder comprar uma meia de compressão com indicação médica correta de qual modelo e grau de compressão é o ideal pra você, melhor ainda!

Advertisements

Mercado de Natal em Ierevan

Como em muitas outras cidades européias, Ierevan também tem seu mercado de Natal!

Organizado em plena Northern Avenue, o mercado de Natal de Ierevan oferece muitos artigos festivos e também quitutes deliciosos para aquecer os corações e estômagos de todos os que celebram o Natal e o Ano Novo!

Além da decoração de Natal linda que tem tomado conta da cidade, a Northern Avenue abriga diversos stands, entre eles alguns dos cafés locais com opções especiais para a época festiva.

O calendário de festas cristãs aqui na Armênia é um pouco diferente, e o Natal é celebrado por aqui no dia 6 de janeiro! Na verdade, as celebrações começam no dia 31 de dezembro, com o ano novo, e terminam no dia 6 de janeiro com o Natal, totalizando 7 dias de celebrações. Confesso que estou ansiosa pra viver tudo isso pela primeira vez!

Armênia entre os 10 países para visitar em 2018

Chegamos em Ierevan na segunda feira e já tivemos uma excelente notícia sobre este país que tem sido a nossa casa neste ano: os especialistas da Fodor’s, agência de publicações turísticas, incluíram a Armênia entre os 10 países mais interessantes para se visitar em 2018!

IMG_5950
Mãe da Armênia no Parque da Vitória: um dos meus lugares favoritos em Ierevan!

No artigo, lê-se que o pequeno país do Cáucaso é enorme em riqueza histórica e cultural, além de muito hospitaleiro, destacando as montanhas e os vales férteis da Armênia, bem  como os muitos mosteiros e vilas tradicionais. E, é claro, a culinária armênia também foi mencionada, com o devido destaque para os churrascos armênios e a dolma (que, como vocês já sabem, é um dos meus pratos favoritos!).

IMG_3447
Noravank, um dos antigos mosteiros da Armênia

Além disso, o artigo indica que, apesar de seus quase 3000 anos, a capital Ierevan tem uma energia jovem, recheada de bons cafés, wine bars, lojas e restaurantes. Os especialistas da Fodor’s notam que as melhores épocas para visitar a Armênia são a primavera e o outono, períodos nos quais há muitos festivais a céu aberto – e, devo adicionar, as temperaturas são mais agradáveis!

Ocupando a 7ª posição na lista que contempla 52 destinos, há muito o que se ver na Armênia, como vocês tem podido acompanhar aqui no blog! Desde que chegamos aqui, vivemos muitas experiências incríveis, mas ainda não desfrutamos nem da metade do que esse pequeno grande país tem a oferecer. Que venha um ano novo de muitas aventuras!

Mais restaurantes de Ierevan!

Tem bastante tempo que não rola um post gastronômico de Ierevan por aqui, né? O último post sobre nossas descobertas gastronômicas da cidade foi em maio!! Acontece que, depois de 9 meses(!) morando por aqui, nós já elegemos os nossos favoritos e acaba rolando uma preguicinha de visitar lugares novos (#sinceridades).

Mas, quando conseguimos vencer essa preguiça, sair da zona de conforto e explorar cafés e restaurantes que ainda não tínhamos visitado, somos constantemente surpreendidos!

  • Avenue by L’Orange

sushi avenue

Nós descobrimos esse restaurante ainda em maio, e ele rapidamente se tornou um dos nossos favoritos – principalmente pra comida japonesa! Com 2 andares bem espaçosos no ambiente interno, nós aproveitamos bastante a varanda na primavera e no verão – e também na nossa última visita semana passada. Agora que esfriou (hoje os termômetros chegaram a marcar -1ºC!!), certamente desfrutaremos das instalações internas do restaurante. No menu, uma diversidade de pratos como massas, carnes de porco, saladas, entre outros. Mas, como eu já falei, eu gosto mesmo é da comida japonesa de lá! Eles tem um sushi bar muito bom (principalmente pros padrões de Ierevan), e acho que o meu prato favorito são os rolls cobertos de caviar (esqueci de anotar o nome! Mas prometo fazer o update na próxima visita!). A comida japonesa sempre vem servida em cima do gelo seco, que não só ajuda a conservar a comida mas também dá um efeito muito bacana e eu sempre fico encantada hehehehehe

  • Rossini

O restaurante anexo ao Grand Hotel Yerevan, na praça Charles Aznavour, oferece um cardápio sucinto de delícias italianas. Mas, pra mim, o destaque ficou por conta do café expresso acompanhado de petit fours diversos. É um dos restaurantes mais chiques da cidade, portanto, não é tão baratinho quanto a média.

  • Tsirani Home Restaurant

Comida armênia da melhor qualidade num ambiente super aconchegante, que parece mesmo a casa da gente. A gente tentou umas 3 vezes ir nesse restaurante, e sempre tava lotado! Até que um belo dia conseguimos chegar bem cedo pro almoço, e ainda estava bem vazio, então finalmente conseguimos degustar alguns dos pratos servidos por eles! Felipe comeu o frango tabaka, que já é um dos nossos favoritos, e eu comi um churrasco de cordeiro acompanhado de batatas. Depois, pakhlava de sobremesa, pra fechar com chave de ouro!

  • Santa  Fé

img_5861-e1509690482502.jpg

Eu fui 2 vezes ao Santa Fé nesse verão, e minha experiência por lá é meio duvidosa. Embora o ambiente seja dos mais agradáveis da cidade pro verão, minha mãe teve infecção alimentar ao comer o croque madame de lá. Nesse mesmo dia, eu comi o mil folhas, e estava espetacular. No outro dia em que voltei lá, fui com o Felipe e nossos amigos Ana e Ricardo que estavam nos visitando, e degustamos uma diversidade de queijos, com direito a Aperol Spritz. Isso aconteceu em 2 dias seguidos e minha mãe só começou a passar mal quando a gente já tinha voltado lá, e eu confesso que não voltei mais lá não. Pode ter sido só azar, mas sei lá.

  • Tiziano

Além do ambiente super fofo, o Tiziano tem uma parede toda decorada com macarons, o que já seria o suficiente pra ganhar o meu amor. Como se não bastasse, ainda tem o melhor risoto que já comi aqui em Ierevan, e um frango à parmigiana que mais parece uma torre de suculência. Eles servem o café expresso da maneira correta: acompanhado de copinho de água e mini cookie. Foi outra descoberta recente mas que já visitamos mais de uma vez, e que já entrou pra lista dos favoritos.

  • Cheesy Café

Um restaurante especializado em queijos, com um ambiente super fofo. No cardápio, bolinhas de queijo. Sim, bolinhas de queijo!! Claro que não são exatamente iguais às bolinhas de queijo brasileiras, e também não acho que se propusessem a ser, mas são deliciosas e serviram pra matar bem a saudade dessa delícia da nossa pátria amada. Nós repetimos a dose poucos dias depois na hora do almoço e eu comi um tagliatelle com queijo brie e bacon que também tava muito bom.

  • Mané Restaurant

Não, vocês não leram errado: o nome desse restaurante é mesmo Mané! Esse restaurante fica bem pertinho aqui de casa e eu honestamente não sei porquê demoramos tanto pra ir conhecê-lo. Pedi o estrogonofe, e estava um espetáculo. Certamente vai entrar pra lista dos “restaurantes da preguiça” – aqueles que ficam bem pertinho de casa, e acabam sendo os mais frequentados!

Renée Fleming em Ierevan

No último sábado, 7 de outubro, tivemos a oportunidade de ver Renée Fleming cantando ao vivo na Ópera de Ierevan, acompanhada pela orquestra regida pelo maestro Constantine Orbelian, que é o Diretor Geral e Artístico do Teatro Nacional de Ópera e Ballet da Armênia.

20171007_182259260010181.jpg

Renée Fleming é uma das principais cantoras do mundo, que encanta as platéias com sua voz suntuosa, seu dom artístico e sua presença de palco contagiante. A cantora soprano, conhecida como “a diva do povo”, ganhou o Grammy Award for Best Classical Vocal Solo em 2013. Em 2014, Renée foi a primeira artista clássica a cantar o hino dos Estados Unidos da América no Super Bowl. Em 2016, Renée foi indicada como Conselheira Artística Geral para o John F. Kennedy Center for the Performing Arts, e faz parte do Quadro de Curadores da Carnegie Hall Corporation, entre outros.

O repertório da apresentação de Renée em Ierevan contemplou obras de Joseph Canteloube, Jules Massenet, Giuseppe Verdi, Arrigo Boito, Francesco Cila, Ruggero Leoncavallo, Sergei Rachmaninoff e Antoninos Leopold Dvorák. Mas Renée também mostrou seu lado pop ao interpretar I Could Have Danced All Night, imortalizada na voz de Julie Andrews em My Fair Lady, e emocionou a todos ao cantar a Ave Maria de Franz Schubert acompanhada da orquestra e do coral. Ambas músicas não estavam previstas no programa do concerto!

Renée mostrou-se emocionada e muito empolgada com a apresentação, e não parecia querer sair do palco de Ierevan! Quem me segue no instagram teve a oportunidade de acompanhar alguns trechinhos do concerto ao vivo. Foi uma noite memorável e me senti muito feliz e privilegiada por ter podido assistir a uma apresentação tão maravilhosa!