Minhas citações favoritas sobre viagens

A viagem pra Teerã, ainda que tão rápida, me proporcionou um mergulho tão profundo nas minhas percepções de mundo que eu acabei lembrando de algumas das minhas citações favoritas, que estão legendando as imagens que apareceram no meu instagram.

E, mesmo ainda devendo alguns posts sobre Paris, e mais meia dúzia de palavrinhas sobre as férias no Brasil e o final de semana que passamos em Buenos Aires, quis hoje registrar aqui algumas das minhas citações favoritas sobre viagens!

 

DE VIDA E DE VIAGENS

“If I go, there’s just no telling how far I’ll go.” – da trilha sonora do filme Moana

“To Travel is to Live” – Hans Christian Andersen

“Live your life by a compass, not a clock.” -Stephen Covey

“With the right mindset and spirit, only the sky is the limit.”- autor desconhecido

“The gladdest moment in human life, me thinks, is a departure into unknown lands.” – Sir Richard Burton

“Around here, however, we don’t look backwards for very long. We keep moving forward, opening up new doors and doing new things, because we’re curious…and curiosity keeps leading us down new paths.” – Walt Disney

“Be fearless in the pursuit of what sets your soul on fire.”– Jennifer Lee

“Travel makes one modest. You see what a tiny place you occupy in the world.” – Gustav Flaubert

“Our battered suitcases were piled on the sidewalk again; we had longer ways to go. But no matter, the road is life.” – Jack Kerouac

“All you need to know is that it’s possible.” -Wolf, an Appalachian Trail Hiker

“The life you have led doesn’t need to be the only life you have.” – Anna Quindlen

“We live in a wonderful world that is full of beauty, charm, and adventure. There is no end to the adventures we can have if only we seek them with our eyes open.” – Jawaharial Nehru

“And then there is the most dangerous risk of all — the risk of spending your life not doing what you want on the bet you can buy yourself the freedom to do it later.” – Randy Komisar

“Because in the end, you won’t remember the time you spent working in the office or mowing your lawn. Climb that goddamn mountain.”― Jack Kerouac

“Remember that happiness is a way of travel – not a destination.” -Roy M. Goodman

“The biggest adventure you can ever take is to live the life of your dreams.” – autor desconhecido

“Once in a while it really hits people that they don’t have to experience the world in the way they have been told to.” -Alan Keightley

“Twenty years from now you will be more disappointed by the things that you didn’t do than by the ones you did do. So throw off the bowlines. Sail away from the safe harbor. Catch the trade winds in your sails. Explore. Dream. Discover.”― Mark Twain

“What you’ve done becomes the judge of what you’re going to do – especially in other people’s minds. When you’re traveling, you are what you are right there and then. People don’t have your past to hold against you. No yesterdays on the road.” – William Least Heat Moon

 

DE VIAJAR E TRANSFORMAR

“Traveling – it leaves you speechless, then turns you into a storyteller.” – Ibn Battuta

“Better to see something once than hear about it a thousand times.”- autor desconhecido

“No one realizes how beautiful it is to travel until he comes home and rests his head on his old, familiar pillow.” – Lin Yutang

“Don’t listen to what they say. Go see.” – autor desconhecido

“Adventure may hurt you but monotony will kill you.” – autor desconhecido

“Travel changes you. As you move through this life and this world you change things slightly, you leave marks behind, however small. And in return, life – and travel – leaves marks on you. Most of the time, those marks – on your body or on your heart – are beautiful. Often, though, they hurt.” Anthony Bourdain

“Before the world ends… travel around it!”- autor desconhecido

“Travel isn’t always pretty. It isn’t always comfortable. Sometimes it hurts, it even breaks your heart. But that’s okay. The journey changes you; it should change you. It leaves marks on your memory, on your consciousness, on your heart, and on your body. You take something with you. Hopefully, you leave something good behind.” Anthony Bourdain 

“I’m in love with cities I’ve never been to and people I’ve never met.” – autor desconhecido

“Oh the places you’ll go.” -Dr. Seuss

“Don’t call it a dream…call it a plan.” – autor desconhecido

“A great way to learn about your country is to leave it.” -Henry Rollins

 

DE VIAJAR COM MALAS INTELIGENTES

“The most beautiful in the world is, of course, the world itself.” -Wallace Stevens

‘The journey, not the arrival, matters.” –T.S. Eliot

“What you’ve done becomes the judge of what you’re going to do — especially in other people’s minds. When you’re traveling, you are what you are right there and then.  People don’t have your past to hold against you. No yesterdays on the road.” -William Least Heat Moon

“He who would travel happily must travel light.” – Antoine de St. Exupery

“Dare to live the life you’ve always wanted.” – autor desconhecido

“Travel and change of place impart new vigor to the mind.” – Seneca

“Take only memories, leave only footprints.” – autor desconhecido

“Wherever you go, go with all your heart!” -Confucius

“When preparing to travel, lay out all your clothes and all your money. Then take half the clothes and twice the money.” – Susan Heller

“Own only what you can always carry with you: known languages, known countries, known people. Let your memory be your travel bag.”- Alexandr Solzhenitsyn

“Conventional wisdom tells us… we take our baggage with us. I’m not so sure. Travel, at its best, transforms us in ways that aren’t always apparent until we’re back home. Sometimes we do leave our baggage behind, or, even better, it’s misrouted to Cleveland and is never heard from again.” -Eric Weiner

 

DE VIAJAR E VIVER AVENTURAS

“Life is either a daring adventure or nothing at all.” -Helen Keller

“Blessed are the curious for they will have adventures.” – autor desconhecido

“One’s destination is never a place, but a new way of seeing things.” -Henry Miller

“If you reject the food, ignore the customs, fear the religion and avoid the people, you might better stay home.” -James Michener

“All journeys have secret destinations of which the traveler is unaware.” -Martin Buber

“The world outside, you should go explore.” – John Mayer

“Viajar não é uma questão de dinheiro, mas de coragem.” – Paulo Coelho

“The goal is to die with memories, not dreams.” – autor desconhecido

“Two roads diverged in a wood and I – I took the one less traveled by.” -Robert Frost

“There was nowhere to go but everywhere, so just keep on rolling under the stars.” – Jack Kerouac

“Life is a journey, not a destination.”- autor desconhecido

“I travel not to cross countries off a list, but to ignite passionate affairs with destinations.” – Nyssa P. Chopra

“Adventure is a path. Real adventure – self-determined, self-motivated, often risky – forces you to have firsthand encounters with the world. The world the way it is, not the way you imagine it. Your body will collide with the earth and you will bear witness. In this way you will be compelled to grapple with the limitless kindness and bottomless cruelty of humankind – and perhaps realize that you yourself are capable of both. This will change you. Nothing will ever again be black-and-white.” -Mark Jenkins

“Take every chance you get in life, because some things only happen once.” – Karen Gibbs

“Tourists don’t know where they’ve been, travelers don’t know where they’re going.” -Paul Theroux

 

DE VIAJAR E APRENDER MUITO

“The world is a book, and those who do not travel read only a page.” – St. Augustine

“Travel makes a wise man better but a fool worse.” – Thomas Fuller

“To my mind, the greatest reward and luxury of travel is to be able to experience everyday things as if for the first time, to be in a position in which almost nothing is so familiar it is taken for granted.” -Bill Bryson

“Not all those who wander are lost.” -J.R.R. Tolkien

“Our happiest moments as tourists always seem to come when we stumble upon one thing while in pursuit of something else.” – Lawrence Block

“Do not follow where the path may lead. Go instead where there is no path and leave a trail” – Ralph Waldo Emerson

“Traveling is a brutality. It forces you to trust strangers and to lose sight of all that familiar comforts of home and friends. You are constantly off balance. Nothing is yours except the essential things – air, sleep, dreams, the sea, the sky – all things tending towards the eternal or what we imagine of it.” – Cesare Pavese

“Every man can transform the world from one of monotony and drabness to one of excitement and adventure.” -Irving Wallace

“Life is short and the world is wide” – autor desconhecido

“Today I finally overcame trying to fit the world inside a picture frame. Maybe I will tell you all about it when I’m in the mood to lose my way, but let me say you should have seen that sunrise with your own eyes; it brought me back to life.” – John Mayer

“I love the feeling of being anonymous in a city I’ve never been before.” – autor desconhecido

“Once a year, go someplace you’ve never been before.” – Dalai Lama

“We travel, some of us forever, to seek other states, other lives, other souls.”-Anaïs Nin

“A good traveler has no fixed plans and is not intent on arriving.” -Lao Tzu

“Life is a journey. Make the best of it.” – autor desconhecido

“I have found out that there ain’t no surer way to find out whether you like people or hate them than to travel with them.”- Mark Twain

“Travel is the only thing you buy that makes you richer” – autor desconhecido

“You don’t have to be rich to travel well.” – Eugene Fodor

“A journey is best measured in friends, rather than miles.” -Tim Cahill

“Like all great travelers, I have seen more than I remember, and remember more than I have seen.” -Benjamin Disraeli

“To travel is to discover that everyone is wrong about other countries.” -Aldous Huxley

“If you’re twenty-two, physically fit, hungry to learn and be better, I urge you to travel – as far and as widely as possible. Sleep on floors if you have to. Find out how other people live and eat and cook. Learn from them – wherever you go.” – Anthony Bourdain

“I never travel without my diary. One should always have something sensational to read on the train.” -Oscar Wilde

 

DE VIAJAR E SE ENCONTRAR

“Wherever you go becomes a part of you somehow.” – Anita Desai

“I need to move around a bit. To shuffle my surroundings. To wake up in cities I don’t know my way around and have conversations in languages I cannot entirely comprehend. There is always this tremendous longing in my heart to be lost, to be someplace else, to be far far away from all of this.” – autor desconhecido

“Eu saí da África, mas a África não saiu de mim.” – eu mesma, em janeiro de 2013

“I travel not to go anywhere, but to go. I travel for travel’s sake. The great affair is to move.” -Robert Louis Stevenson

“I’ll look back on this and smile because it was life and I decided to live it.”- autor desconhecido

“I am not the same, having seen the moon shine on the other side of the world.” – Mary Anne Radmacher

“You can shake the sand from your shoes, but it will never leave your soul.” – autor desconhecido

“Good company in a journey makes the way seem shorter.” -Izaak Walton

“Live life with no excuses, travel with no regret” – Oscar Wilde

“Travel far enough, you meet yourself” -David Mitchell

“At its best, travel should challenge our preconceptions and most cherished views, cause us to rethink our assumptions, shake us a bit, make us broader minded and more understanding.” –Arthur Frommer

“Do not follow where the path may lead. Go instead where there is no path and leave a trail.” -Ralph Waldo Emerson

“A ship in a harbor is safe, but it not what ships are build for.” -John A. Shedd

“Man cannot discover new oceans unless he has the courage to lose sight of the shore.” – Andre Gide

“Happiness is letting go of what you think your life is supposed to look like and celebrate it for everything that it is.” -Mandy Hale

“Then I realized adventures are the best way to learn.” – autor desconhecido

“It is not down in any map; true places never are.” – Herman Melville

“Oh, but Paris isn’t for changing planes, it’s for changing your outlook!” – do filme Sabrina, de 1954

A citação acima estava, coincidentemente, citada num livro que estava lendo no meu vôo Yerevan-Paris quando estava indo pro Brasil em agosto de 2017, e teria uma conexão de 11h em Paris. De fato, aquela conexão não foi apenas uma mudança de aviões, mas me propiciou um encontro espiritual profundo com direito à mudança das minhas perspectivas!

“Assise là, et étant seule dans un pays étranger, loin de mon travail et des toutes les gens que je connais, un sentiment est venu à moi. C’était comme si je me souvenais de quelque chose que je n’ai jamais connu ou que j’avais attendu toujours, mais je ne savais pas quoi. Peut-être c’était quelque chose que j’avais oublié ou quelque chose que m’a manqué toute ma vie. Je peux vous dire que j’ai senti au même temps la joie et la tristesse. Mais pas trop de tristesse, parce que je me sentais vivante. Ça c’était le moment que j’ai commencé a aimer Paris, et le moment que j’ai senti que Paris m’aimait aussi.”- do filme Paris Je t’aime, de 2006

Minha primeira viagem pra Paris foi em 2009, três anos depois do lançamento desse filme. Eu estava lá, sozinha, na Cidade Luz, andando por lugares que faziam parte do meu imaginário, mas sem ninguém para dividir tudo o que eu via e vivia. E esse trecho do filme fez tanto sentido pra mim que até hoje me arrepio de lembrar das emoções e sensações de andar sozinha e me perder pelas ruas de Paris.

Se você tem alguma citação favorita – sobre viagem ou sobre a vida – deixa aqui nos comentários!

*este post poderá ser (e provavelmente será) atualizado com novas citações ao longo do tempo.

1 ano na Armênia!

Na noite de 25 de janeiro de 2017, chegamos em Yerevan com as malas cheias das nossas coisas e expectativas. 365 dias se passaram, mas parece que foi ontem!

IMG_0974
a 1ª foto que eu tirei de Yerevan, na manhã do dia 26/01/2017

Honestamente, não tínhamos muita ideia do que iríamos encontrar por aqui. Tínhamos expectativas, mas não fazíamos ideia de como tudo o que esperávamos seria superado! Se eu sabia muito pouco sobre a Armênia quando chegamos, hoje já me sinto um pouco mais íntima de tanta cultura e história que este país guarda.

IMG_9424
“1” bem comemorativo!

Esse tempo morando na Armênia me possibilitou reencontrar uma paz interior que há muito eu tinha perdido. Uma calma me invadiu, talvez porque o ritmo da cidade seja menos acelerado, talvez porque eu tenha me permitido um ritmo menos acelerado pra minha rotina. Graças a Deus, as minhas crises de ansiedade ficaram no passado. Consegui redirecionar meu foco para as coisas realmente importantes, e me dedicar à atividades que eu amo realizar. Descobri talentos nunca antes desenvolvidos, e me vi colocando em prática projetos com os quais eu nem nunca sonhei ou que eu jamais imaginei possíveis. Viajamos muito, e já temos muitas boas histórias, mas ainda temos muita Armênia pra desvendar. Ainda bem que temos tempo pra isso!

IMG_9377
Armênia na mão e pra sempre no coração!

Me apaixonei – e continuo me apaixonando – diariamente por Yerevan, pela culinária armênia e pelo povo simpático e sorridente. Por mais que seja difícil construir laços duradouros quando temos um limite de tempo estabelecido pra morar em cada país, contado a partir do primeiro momento, fiz algumas amizades que me ensinaram muitas coisas – entre elas, algumas palavras em armênio, esse idioma dificílimo!

IMG_9298
por onde for, quero ser seu par!

E, se é difícil construir laços duradouros em países que são a nossa casa temporariamente, os nossos laços ficam cada vez mais profundos. Marido, obrigada por ser o melhor companheiro de vida e de aventuras que eu poderia ter. Desde o primeiro dia, muito mais do que me incentivar, você me dá coragem para seguir sempre em frente. Compartilhar sonhos e ideais com o meu melhor amigo, numa relação de cumplicidade que transcende o que palavras poderiam descrever, faz o meu coração transbordar de alegria. De mãos dadas com você, vou até o fim do mundo, ao infinito e além. O mundo é a nossa casa e todo o meu amor é seu.

Agradecer, agradecer, agradecer. Senhor Deus, receba toda a minha gratidão por ter providenciado coisas tão maravilhosas para nós neste tempo em que estamos morando por aqui. Acordo e vou dormir feliz e tranquila todos os dias, e é graças às muitas bençãos que o Pai do Céu tem derramado sobre nós, pela intercessão da Santíssima Virgem Maria. Que o próximo ano seja tão maravilhoso quanto este que passou!

Feliz ano todo!

2017 foi um ano de muitas mudanças, descobertas e novidades. No dia 2 de janeiro, empacotamos tudo o que tínhamos e colocamos em um container rumo à Armênia, sem grandes certezas do que iríamos encontrar, mas certos de que poderíamos fazer de qualquer lugar do mundo a nossa casa desde que estejamos juntos.

Neste ano, visitei 11 novos países, 10 ao lado do marido, e 1 com os meus pais. Realizamos muitos sonhos pelo mundo: tomamos cervejas locais em Berlim, Belfast e Dublin; comi pastéis de Nata em Porto, Fátima e Lisboa; encontrei Nossa Senhora de Aparecida em Praga, Fátima e no Brasil, e finalmente encontrei Nossa Senhora das Graças na Capela da Medalha Milagrosa em Paris; meus pais vieram nos visitar na Armênia, na primeira viagem internacional deles; fui a Moscou muito mais vezes do que eu poderia imaginar, e também conhecemos São Petersburgo num verão fajuto porque tava bem frio; conheci a sede da Agência Internacional de Energia Atômica em Viena; voltei à Disneyland Paris e fui 2 vezes ao WB Studio Tour – The Making of Harry Potter; estudei na London College of Style e me tornei personal stylist; passamos o Natal em Dubai e finalmente conheci uma cidade que povoava meu imaginário desde que eu era criança.

Descobrimos – e continuamos a descobrir – a Armênia, cheia de encantamentos, história e histórias. Aprendemos que a comida do Cáucaso é algo de maravilhoso nesse mundo, ainda que a gente continue sentindo falta da comida do Brasil.

Confirmei que minha maior saudade do Brasil fica mesmo por conta da água de côco, da goiabada, do Guaraná Antártica, do doce de leite e do jiló, porque o FaceTime é o meu melhor amigo pra matar a saudade da minha mãe e do meu pai, e a gente quase nem sente que estamos separados por meio mundo. E, quando se tem amigos richesse como os meus, não há distância que possa nos separar.

Redescobri minha fé mais uma vez, reforçando minhas crenças diariamente a partir da minha necessidade de buscar Deus pelos meus próprios meios em um país onde há muita fé mas a dificuldade do idioma me impede de participar das celebrações da Igreja Apostólica Armênia. Escolher Deus todos os dias, escolher a Liturgia, entregar tudo nas mãos do Pai: tudo isso me dá a certeza diária de que tudo é do Pai, tudo o que eu tenho vem de Deus, toda a minha vida é abençoada por Ele. Redescobri que agradecer nunca é demais e que, quanto mais eu agradeço, mais motivos eu tenho para agradecer.

E foi por causa dessa luz divina que me ilumina que eu descobri uma nova habilidade: a dublagem. Sim, 2017 foi um ano tão maravilhoso que eu até traduzi e dublei um desenho para o português. “A Turma do Téo” é um projeto que despertou em mim uma alegria tão grande, que eu fiz com tanto carinho, e que eu fico muito feliz de poder dividir com o mundo. Foi daquelas coisas que parece que surgem do nada mas que, porque eu creio em Deus, eu tenho certeza de que Ele tava preparando isso pra mim. Valeu, Deus!

Fui pro Brasil e fiquei 40 dias longe do marido, e compreendi que meu lugar é do ladinho dele, onde quer que seja. De nada adianta ter água de côco pra tomar se eu não tiver o amor da minha vida do meu lado.

Andei na rua com -20ºC e +42ºC, só pra descobrir que prefiro -20ºC. Bem, na verdade, eu prefiro mesmo é que a temperatura fique entre +15ºC e +25ºC, mas, com as roupas adequadas, até que dá pra viver bem no frio.

Pude me dedicar à coisas que eu amo e que passei tanto tempo sem tempo pra aproveitar: escrever mais, ler mais, admirar mais a beleza dos dias, dançar. Aprendi a conviver com minhas cicatrizes, internas e externas. Aprendi a me aceitar, psicológica e fisicamente. Aprendi a cozinhar. Aprendi a relativizar o tempo e a distância. Aprendi a valorizar ainda mais o que eu tenho e as oportunidades que eu tenho. Aprendi que eu não preciso de muito pra ser feliz. Aprendi a agradecer ainda mais por tanto, a agradecer ainda mais por tudo. Aprendi. Aprendi muito.

Por mais que 2017 tenha sido um ano difícil pra todo mundo, eu chego a esse dia 31 de dezembro com um sentimento profundo de gratidão. Pra mim, 2017 foi um ano sensacional. E, pra 2018, eu só peço a Deus que Ele continue tomando conta da minha vida, porque, enquanto eu estou entregue nas mãos Dele, eu sei que está tudo bem.

Em 2017, eu fui feliz o ano todo. E é isso que eu desejo pra 2018: continuar sendo feliz o ano todo ao lado do amor da minha vida!

A partir de amanhã, começa mais um ano inteirinho pra muitas viagens e descobertas, com infinitas bençãos!

Mais uma crise de sinusite pra conta!

Vocês lembram que em abril eu tive uma crise de sinusite homérica? Pois é. Agora tô passando por outra crise! E essa tá durando, viu?!

IMG_6910.JPG

Dia 01 de outubro eu tive febre alta, de mais de 38ºC, o que pra mim é mais do que incomum. Eu nunca fui de ter febre, mesmo nas piores crises! Por conta disso, eu já iniciei logo o antibiótico que eu tava habituada a usar. Tive uma melhora ao longo dos 10 dias em que tomei, e já tava toda feliz e serelepe, dando andamento a várias coisas bacanas, quando, na última terça feira, eu acordei super mal de novo.

Fiquei chateadíssima porque percebi que só podia ser mesmo a continuação da crise de sinusite, e então procurei o consultório médico mais próximo pra ser orientada – afinal, eu já tinha usado 10 dias de antibiótico.

E não é que eu tava com febre de novo?! 37,8ºC!

A médica então me receitou mais 7 dias de um outro antibiótico, e mais 4 remedinhos entre sprays nasais e analgésicos.

Diminuí o ritmo das atividades o quanto pude, e pulei a exibição de um filme do Glauber Rocha na terça (esse mês tá rolando por aqui um festival de filmes do Glauber Rocha no The Club, sempre às terças feiras). Ontem teve jantar na Residência Oficial do Embaixador porque eles tão indo embora no final do mês devido à aposentadoria dele (sofrência! #ficadonagrace! #ficaembaixadoredson! #mredeixaelesficaremaquicomagente!), e hoje teremos concerto na Ópera em comemoração aos 25 anos de relações diplomáticas entre o Brasil e a Armênia. Então lá vou eu de novo levando meu antibiótico na bolsa!

Graças a Deus estou me sentindo melhor, sinal de que estes novos remédios estão fazendo efeito. Ao mesmo tempo, estou me sentindo bem cansada – afinal, é muito remédio junto pra um organismo só!

O lado bom foi que eu finalmente experimentei em primeira mão os serviços médicos aqui de Ierevan! A consulta custou 7.000 AMDs (cerca de 15 dólares) e eu não só fui super bem atendida, como também a médica me deu o telefone dela pra que eu entre em contato diretamente com ela em caso de necessidade, além de ter deixado aberta a possibilidade de retorno, caso precise. Gastei 16.000 AMDs com todos os remédios, e fiquei felicíssima porque aqui existe antibiótico solúvel!

Esse foi o update sobre meu quadro respiratório nesse blog. Espero poder voltar com a programação normal em breve!

Começou o outono em Ierevan!

Quem me segue no Instagram acompanhou minha ida ao Brasil, que foi super intensa e acabou interferindo no meu ritmo de postagens aqui no blog! Deus é testemunha da quantidade de posts que estão na pasta de rascunhos e que eu espero terminar de escrever/revisar/editar em breve pra publicar aqui!

Cheguei em Ierevan terça feira de noite, com as malas cheias de lembranças e muito amor brasileiro. Não deu pra ver todas as pessoas queridas, mas graças a Deus consegui encontrar grande parte dos meus familiares e alguns amigos, e até fiz novas amizades!

Por aqui, a mudança na paisagem já começou: o Ararat não tem mais nem um pouquinho de neve, e as árvores já estão mudando de cor!

E hoje fui almoçar na rua com o marido e pude constatar oficialmente que começou o outono em Ierevan! Fomos almoçar no La Piazza, que é um dos nossos restaurantes preferidos por aqui, e eu pedi o risotto clássico que eu adoro.

As temperaturas já não passam dos 20ºC, e já não dá pra ficar sem um casaquinho. Todo mundo já tá andando mais agasalhado, e até o restaurante já oferece mantinhas para aqueles que optam ficar nas mesinhas externas. Pelo menos as mesinhas externas ainda estão sendo ocupadas!!

Já que esfriou, declarei aberta a temporada de Cinnabon! Eu adoro Cinnabon, mas não consigo comer no calor. Acho que é uma coisa muito quente e muito gorda pros dias de verão, então eu tava sem comer Cinnabon há vários meses – acho que o último que comi foi em abril! Então hoje já parei por ali pra comer um clássico acompanhado de expresso duplo – afinal de contas, se é pra encarar o frio, que seja com bastante café e gordices maravilhosas! Seja bem vindo, outono! Que seja lindo!