notas mentais

desabafo

Cheguei em Brasília ontem, no vôo errado, mas na hora certa. E hoje já amanheci aqui no MRE, ansiosa por mexer nos arquivos que guardam tantas coisas preciosas pra minha dissertação. Só que não consegui nada, até agora. Tô aqui há quase 4 horas, e nada. Aparentemente, o que eu preciso fica numa sessão diferente […]

More

notícias de um novo ano

Oi mundo! Quem me segue no instagram (@leticiatostes) já viu que eu vim pra Brasília ainda em dezembro de 2013 e continuo aqui, na saga pela dissertação (#pebvemquentequeeutofervendo) e também na arrumação da casinha. O cantinho aqui fica cada vez mais bacana, mas dá trabalho, viu. Não tenho muitas novidades pra contar, não. O réveillon […]

More

eu não entendo as pessoas nos aeroportos

Hoje é segunda feira, tá um bom dia pra reclamar da vida. Afinal, é a primeira segunda feira do horário de verão, eu estou em Brasília, está um calor infernal, e várias coisas já deram errado hoje. Pra vocês terem uma ideia, nos primeiros minutos do meu dia eu causei um curto circuito feio em […]

More

depois do Rock in Rio 2013

dois finais de semana de festival, muito dinheiro gasto (tô pobre num grau que vocês não fazem ideia), e poucas horas de sono depois, cá estou eu pra contar da minha experiência no Rock in Rio. (ok, eu demorei 1 semana pra começar esse post contando do Rock in Rio, mas tá tranquilo. a dissertação […]

More

sobre sinusite e frustrações

Eu não me considero uma pessoa extremamente saudável, mas também não sou doente sempre. Acho que sou só uma herdeira das doenças respiratórias do meu pai que, não satisfeita em herdá-las, acabei ~aperfeiçoando~ a sinusite, a rinite, a asma, e todas as muitas alergias. Pai, te amo muito, mas eu preferia não ter herdado essas […]

More

felicidade, enfim, chegou!

escrevo, neste momento, de Brasília, onde estou desde a última quinta feira. queria ter registrado antes o que ora escrevo, mas os últimos dias foram tão corridos que só agora pude parar e corresponder mais ou menos à minha necessidade de escrever. quinta feira a noite cheguei aqui, poucos minutos depois do meu amor. o […]

More

minha história de amor e ódio com o meu cabelo

esse post é tudo menos um post fútil. se você tiver paciência pra ler tudo, com certeza vai entender. quem me conhece minimamente bem sabe que eu tenho a maior preguiça do mundo de me cuidar. ok, cuidados mínimos eu tenho, fazem parte da minha rotina, tipo tirar a maquiagem antes de dormir, essas coisas. […]

More

notícias do mundo de lá de quem já está aqui

voltei, Brasil! depois de praticamente um mês e meio fora de casa, acho que vou sossegar nessas terras um pouquinho. essa viagem pra Orlando foi muito bacana, mas deu trabalho! e não foi pouco trabalho não! por conta do mestrado (e da greve), demorei uns 2 meses pra conseguir de fato a liberação dos profs […]

More

o dia em que eu recebi uma carta da JK Rowling

desde que eu me lembre, eu sempre tive vontade de escrever uma carta para a JK Rowling. ao mesmo tempo em que tinha essa vontade de compartilhar com a minha autora preferida um bocadinho dos meus pensamentos e da alegria que ela trouxe pra minha vida, eu me repreendia, porque achava que ela nunca leria […]

More

dreams

pra começar setembro bem: …And just like that, after a long wait, a day like any else, I decide to triumph… I decided to look for the opportunities, not to wait. I decided to see every problem as the opportunity to find a solution. I decided to see every desert as the opportunity to find […]

More

desabafo

tô cansada. tô cansada a ponto de não conseguir respirar. esse semestre foi muito difícil – e ainda não acabou. junho não tá sendo nada fácil, mas espero que logo logo as coisas melhorem. a verdade é que eu tô estressada. tô precisando de descanso, de colo, de cafuné; tô precisando de novos ares, tô […]

More

The holidays are over

Em 2009, eu pedi ao Papai Noel um Chuck Bass; em 2010, ele me deu um. Em 2010, eu pedi ao Papai Noel um Chuck Bartowski; em 2011, ele me deu um. Mas nenhum dos dois permaneceu. Acabou, passou. E aí, no Natal de 2011, eu resolvi pedir ao Papai Noel um pouquinho de paz. […]

More

se eu soubesse

Ah, se eu pudesse não caía na tua Conversa mole, outra vez Não dava mole à tua pessoa Te abandonava prostrado a meus pés Fugia nos braços de um outro rapaz Mas acontece que eu sorri para ti E aí, larari, lairiri, por aí   a dose diária de Chico Buarque, só porque faz um […]

More